“Culpa” Acompanha a Saga de Um Ex-Policial Após um Pedido de Socorro



O longa “CULPA”, de Gustav Möller, foi o filme escolhido para representar a Dinamarca no Oscar 2019. Com estreia marcada para 20 de dezembro, o filme foi exibido na 42a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, no Festival Internacional de Cinema no Rio e no 6o BIFF - Festival Internacional de Cinema de Brasília, onde levou o prêmio de Melhor Filme do Júri Oficial e Melhor Filme segundo voto Popular.

A trama se inicia quando o operador de monitoramento de alarme e ex-policial Asger Holm (Jakob Cedergren) atende uma ligação de emergência de uma mulher sequestrada. Quando a ligação é subitamente desconectada, começa então a busca pela mulher e seu sequestrador. Com o telefone como sua única ferramenta, Asger entra em uma corrida contra o tempo para salvar a mulher em perigo, mas ele logo percebe que está lidando com um crime que é muito maior do que ele pensava.

-Eu tive a ideia para o filme quando, por acaso, me deparei com uma ligação real do 911 de uma mulher sequestrada. A mulher estava dentro de um carro e, como estava sentada ao lado de seu sequestrador, falava em códigos. No começo eu estava apenas preso ao suspense da ligação, como qualquer ouvinte faria. Mas então comecei a refletir sobre o que a tornava tão intrigante - revela Gustav Möller.

“CULPA” é o longa-metragem de estreia do cineasta Gustav Möller. Seu primeiro curta ganhou o prêmio Next Generation Award em Haugesund.  No Brasil, o filme é distribuído pela California Filmes.

Sinopse

Asger Holm trabalha despachando alarmes de emergência. Ele recebe a ligação de uma mulher sequestrada e, depois de uma desconexão repentina no sistema, as buscas pela mulher e seu sequestrador começam. Armado apenas de um telefone, Asger luta contra o tempo para solucionar o crime, que é maior do que imaginava.

Ficha Técnica
Direção: Gustav Möller
Elenco: Jakob Cedergren, Jakob Ulrik Lohmann, Laura Bro
Gênero: Suspense
País: Dinamarca
Ano: 2018
Duração: 88 min
Classificação Indicativa: 12 anos


Nenhum comentário: