Crítica Filme "Divórcio" - Rita Vaz


A premissa do filme não poderia ser mais batida, é a história de um casal rico, que resolve se separar e a partir daí, inicia uma verdadeira guerra, judicial e corporal pelos bens.
Acontece que como a história é contada é que faz toda a diferença!
Em “Divórcio” conhecemos Júlio e Noeli, que estão casados há vinte anos. Juntos eles formaram um império a partir de um molho de tomate que Noeli inventou.
Eles já foram muito apaixonados, mas, os negócios, a relação, as filhas, fez com que eles se distanciassem e esquecessem um do outro.
Depois de alguns fatos de peso, o casal resolve se separar e aí começam as reais brigas.
O filme é divertido, tem um humor estilo pastelão, tem seus momentos de drama e acontece em uma cidade do interior, onde é possível focar em outros aspectos diferentes de uma região urbana.
Com isso a gente assiste um filme que mostra estradas de terra, plantações, música e ambiente sertanejo bem explorados e disputas por ter o melhor carro, a melhor roupa e outras coisas mais.
O diretor inicia o filme com uma passagem de tempo muito boa, mantendo o mesmo cenário, mas com mudanças de objetos que representam essa passagem, além de explorar efeitos especiais de boa qualidade.
Os atores Murilo Benício e Camila Morgado estão ótimos nos papéis entregando personagens sólidos.
“Divórcio” é um filme divertido, engraçado e de humor leve. Recomendo!

Gênero: Comédia/Romance
Duração: 1 hora e 50 minutos
Ano de Lançamento: 2017
Direção: Pedro Amorim

Elenco: Camila Morgado, Murilo Benício, Luciana Paes, Thelmo Fernandes, André Mattos, Angela Dip, Chintia Falabella, Bruna Tornarelli.

RITA VAZ

Nenhum comentário: