Crítica Filme "Annabelle 2 – A Criação do Mal" - RITA VAZ


Apesar do número dois no título, o novo filme da franquia “Annabelle” fala do começo da história, o que aconteceu antes do que a gente assistiu em 2014.
O filme conta a história da origem da boneca, mostrando como ela acabou sendo possuída por uma entidade do mal.
A trama gira em torno de um casal que vive numa área rural e que perde a filha tragicamente. Doze anos depois, eles resolvem receber algumas órfãs em sua casa, para quem sabe, abreviar o sofrimento deles.
Logo que as meninas chegam, elas começam a perceber movimentos inexplicáveis pela casa. Elas não sabem, mas presença delas, despertou um mal que estava na casa há algum tempo.
Elas começam a ver, ouvir e sentir coisas muito estranhas e macabras.
A partir daí uma série de eventos vai acontecer, e tanto as meninas, quanto os donos da casa, vão passar momentos terríveis.
A nova história é mais angustiante que a primeira, principalmente por envolver crianças na trama.
E além disso, o que o filme tem de muito bom, é a construção do clima de terror. São sons e movimentos que vão criando expectativa na plateia.
Os efeitos especiais também estão ótimos, são aparições, levitações, móveis sendo jogados e tudo muito bem feito.
A constância do escuro e da noite durante a trama também pesa para esse clima aumentar.
Tenha certeza de que você vai levar muitos sustos e sentir medo, pois o diretor David F. Sandberg sabe, como poucos fantasiar e montar esse clima de medo.
E quando o filme acabar, não saia correndo da sala, pois tem uma cena escondida, que vai deixar bem claro que um novo filme vem por aí!

Título Original: Annabelle: Creation
Gênero: Terror
Tempo de Duração: 1 hora e 50 minutos 
Ano de Lançamento: 2017
Direção: David F. Sandberg

Elenco: Stephanie Sigman, Miranda Otto, Lulu Wilson, Anthony LaPaglia, Talitha Bateman, Alicia Vela-Bailey, Kerry O’Malley, Philippa Coulthard.

RITA VAZ

Nenhum comentário: