"Invocação do Mal" Arrecada Mais de US$ 122 Milhões nos Estados Unidos


Um dos filmes mais comentados atualmente, Invocação do Mal, da New Line Cinema, superou 120 milhões de dólares nas bilheterias americanas em seu quarto fim de semana em cartaz. O total arrecadado nos Estados Unidos até 13 de agosto ultrapassou o valor de US$ 122,5 milhões, enquanto o total mundial somou mais de US$ 169,7 milhões até a mesma data.
O thriller de terror sobrenatural do diretor James Wan estreou com ótima aceitação da crítica e do público, refletida no fato de o filme ter ganhado um A- da CinemaScore (sistema que mede o apelo do filme pela reação do público), uma marca extremamente rara para o gênero. Invocação do Mal abriu o fim de semana de estreia com US$ 41,9 milhões nas bilheterias americanas, a maior abertura de todos os tempos para um filme de terror – história original.
Baseado em uma história real, Invocação do Mal narra o horripilante conto dos investigadores de fenômenos paranormais mundialmente conhecidos Ed e Lorraine Warren. O casal foi chamado para ajudar uma família aterrorizada por uma presença maligna em uma isolada casa de fazenda. Obrigados a enfrentar uma poderosa entidade demoníaca, os Warrens encontram-se presos no caso mais aterrorizante de suas vidas.
Invocação do Mal é estrelado pela indicada ao Oscar® Vera Farmiga (“Amor Sem Escalas”, “A Órfã”) e Patrick Wilson (“Jovens Adultos”, “Prometheus”) como o casal Warren, e Ron Livingston (da série da HBO “Band of Brothers”) e Lili Taylor (“Inimigos Públicos”) como Roger e Carolyn Perron, os moradores da casa.
Joey King (“Amor a Toda Prova”), Shanley Caswell (“Pânico na Escola”), Haley McFarland (série de TV “Lie to Me”), Mackenzie Foy (“A Saga Crepúsculo: Amanhecer”) e a novata Kyla Deaver interpretam as cinco filhas dos Perrons, e Sterling Jerins (ainda não lançado “Guerra Mundial Z”) interpreta a filha dos Warrens, Judy.
James Wan (“Jogos Mortais”, “Sobrenatural”) dirige um roteiro de Chad Hayes e Carey W. Hayes (“A Colheita do Mal”). O filme é produzido por Tony DeRosa-Grund, Peter Safran e Rob Cowan, com Walter Hamada e Dave Neustadter como produtores-executivos. Membros da equipe de criação de “Sobrenatural” trabalham novamente com o diretor, como o diretor de fotografia John Leonetti, o editor Kirk Morri e a figurinista Kristin M. Burke, além de sua diretora de arte em “Jogos Mortais”, Julie Berghoff. A trilha é composta por Joseph Bishara.

Nenhum comentário: