Crítica Filme "Universidade Monstros".


“Universidade Monstros” é uma animação feita para agradar adultos e crianças.

Além dos “monstros” coloridos e fofinhos feitos para assustar as crianças, temos na história todo um cenário de vida universitária que tanto conhecemos pelos filmes norte americanos.

Com uma qualidade de imagem perfeita, o filme proporciona boas risadas e algumas reflexões. Sim, a lição de moral está lá, mas de um jeito bem humorado que cativa a platéia.

Logo no início conhecemos Mike Wazowski ainda pequeno em uma excursão da escola. Eles vão conhecer a famosa fábrica de sustos, a Monstros S.A., que abastece a cidade de energia.

Vendo os grandes monstros em ação, Mike decide que quando crescer quer ser um assustador.

O tempo passa e percebemos que Mike investiu muito no seu sonho e agora está no campus da Universidade Monstros para alcançar seu propósito.

É lá que ele conhece James P.Sullivan, um monstro que carrega dentro de si todo o conhecimento de um susto perfeito, carrega também a herança do pai que foi um dos melhores assustadores da universidade.

Mas, Sulley é um tipo bem diferente de Mike. Enquanto Mike é estudioso, organizador, disciplinado, Sulley é um dos caras mais populares do local e não se preocupa em estudar, já que o que ele mais precisa já sabe, dar um enorme susto.

Acontece que para os dois se formarem, eles precisam passar em diversas disciplinas.

Mike sabe tudo, mas não é assustador o suficiente.

Sulley é muito assustador, mas não conhece outra coisa.

Após um grave incidente, envolvendo a diretora da universidade, eles são forçados a fazer parte da mesma equipe que participará da Olimpíada dos Sustos.

Junto com outros alunos que são discriminados na universidade, a união forçada fará com que os dois aprendam a trabalhar suas diferenças, e que apesar dos tropeços farão de tudo para atingir seus objetivos.

Um filme engraçado, cheio de personagens estranhamente cômicos que mostra o início de uma grande amizade. Recomendo!

Nenhum comentário: