Crítica Filme "Poder Paranormal"


O fascínio desse filme já está escrito no título. A paranormalidade é um assunto que desperta interesse nas pessoas em geral, e no filme é tratado de forma séria e elucidativa.
Vou explicar. Dois cientistas que trabalham na investigação desses fenômenos têm um aparato tecnológico e lógico para desmascarar qualquer produção barata ou não, que porventura esteja arrancando dinheiro de pessoas inocentes.
E ao longo da trama, eles explicam claramente como os charlatões produzem seus falsos poderes.
Nesse caso a Dra. Margaret e seu assistente Tom, se dirigem a locais onde supostamente fenômenos paranormais acontecem para ajudar as pessoas que estão sofrendo. Na maioria dos casos eles descobrem que tudo é uma grande farsa, e na verdade a doutora afirma que em décadas de pesquisa nunca foi comprovado um fato verdadeiro.
Mas, existe uma pessoa, um paranormal cego que depois de trinta anos sem aparecer em público retorna para um grande show e para desespero da Dra. Margaret que vê nele uma grande ameaça.
Um envolvimento deles no passado, que não fica bem claro no filme, provoca uma onda de estranhos acontecimentos que leva o assistente Tom a ficar obcecado pelo paranormal Simon Silver.
O filme é instigante, com muitos fenômenos acontecendo ao mesmo tempo e com um final surpreendente. Semelhanças com personagens da vida real, não são meras coincidências.
Para quem gosta de suspense, uma ótima pedida.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba