Canal Brasil exibe o longa inédito "Depois de ser Cinza", dia 14 de dezembro


O longa inédito "Depois de Ser Cinza", dirigido por Eduardo Wannmacher, estreia no Canal Brasil no dia 14 de dezembro, às 20h45. No filme, a vida de três mulheres, Isabel (Elisa Volpatto), Suzy (Branca Messina) e Manuela (Silvia Lourenço), é entrelaçada por uma paixão em comum: Raul, interpretado por João Campos. A história se passa ao longo de cinco anos da vida de Raul, um homem misterioso e imaturo, mas sob a perspectiva e com o olhar dessas três mulheres, que cruzam seu caminho em momentos diferentes.

Manuela é a psicanalista do protagonista, que se envolve com o personagem na fase mais madura dele e é, das três, a mais madura também, que já tem uma carreira mais estabelecida. Suzy é estudante de antropologia junto com o Raul e o conhece na fase universitária, no qual os dois ainda estão descobrindo muitas coisas sobre o mercado de trabalho, a maturidade profissional e a afetividade. A terceira mulher, Isabel, é uma artista plástica, com um estilo de vida mais livre e seu encontro com Raul acontece na Croácia. O longa tem como ponto central as relações afetivas e os encontros e desencontros da vida. O filme foi premiado como Melhor Longa Brasileiro no Festival de Cinema de Alter do Chão, no Pará, em 2021.


Depois de ser Cinza (2019) (90’)

INÉDITO

Horário: Quinta, 14/12, às 20h45

Classificação: 16 anos

Direção: Eduardo Wannmacher 

Sinopse: Três mulheres completamente diferentes têm uma coisa em comum: elas amaram e se relacionaram com o mesmo homem. Do ponto de vista dessas mulheres, por meio de uma estrutura intrincada que se move para frente e para trás no tempo, Raul entra na história.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba