CineSesc e Sesc Digital têm MixBrasil a partir de 09/11

Orlando, Minha Biografia Política, de Paul Preciado | Divulgação

Com mais de 60 títulos, distribuídos em 42 sessões gratuitas, o CineSesc recebe mais uma edição do Festival Mix Brasil, com uma programação cheia de destaques.

Do Brasil, na quinta, dia 9, tem "A metade de nós", de Flavio Botelho, que acabou de receber prêmio de público na 47.ª Mostra SP e foi exibido na Repescagem no CineSesc; na sexta, dia 10, "Pedágio", de Carolina Markowicz, que vem de uma temporada premiada: quatro prêmios no Festival do Rio, prêmio de melhor Filme no Festival de Roma e reconhecimento para a diretora no Festival de Toronto, onde recebeu o Tribute Awards para Novos Talentos. No sábado, dia 11, um dos destaques é "Levante", de Lillah Halla, seu primeiro filme, e uma coprodução internacional, que recebeu prêmio de Melhor Direção de Ficção no Festival do Rio, além de eleito o melhor filme pela Federação Internacional dos Críticos  (Fipresci) na Semana da Crítica de Cannes. 

A programação também traz Helena Ignez, com seu mais recente filme, "A Alegria é a Prova dos Nove", no domingo, dia 12. Já o dia 13 tem a programação voltada para filmes que abordam temas e personagens PCDs, como "Assexybilidade", de Daniel Gonçalves, que recebeu prêmio de Melhor Direção de Documentário no Festival do Rio, "Surdes", de Carol Argamim Gouvêa e Thays Prado e uma sessão de curtas com acessibilidade para o público. 

Dentre os destaques internacionais, "Orlando, Minha Biografia Política", de Paul Preciado, vencedor do Teddy Award, troféu destinado a filmes queer do Festival de Berlim, e o nigeriano “Todas as Cores Entre o Preto e o Branco”, de Babatunde Apalowo, também vencedor do Teddy neste ano, em ficção. Outro premiado na programação é o espanhol “20.000 Espécies de Abelhas”, de Estibaliz Urresola Solaguren, vencedor do Prêmio Sebastiane no Festival de San Sebastian. 

Ainda na seleção internacional, estão o francês “De Volta à Córsega" de Catherine Corsini, exibido na mostra oficial do festival de Cannes, o grego “Nosso Verão Daria Um Filme”, de Zacharias Mavroeidis, selecionado para a mostra oficial do Festival de Veneza, o alemão “Sissi e Eu”,de Frauke Finsterwalde, estrelado pela atriz Sandra Hüller e exibido no Festival de Berlim, o americano “Kokomo City: A Noite Trans de Nova York”, de D. Smith, Prêmio do Público de Melhor Documentário em Berlim, o turco “Blue ID”, de Burcu Melekoglu e Vuslat Karan, vencedor do Prêmio do Público do Festival Internacional de Documentários de Amsterdã  

Confira a programação completa do Mix Brasil  no CineSesc aqui! 

Já a plataforma Sesc Digital exibe, de 9 a 26 de novembro, a Competitiva BR, com exibição de todos os curtas brasileiros em competição. São 16 títulos, que trazem um panorama nacional e atual do cinema brasileiro de 2022 e 2023. Para quem está fora de São Paulo, uma ótima oportunidade para participar do MixBrasil.

 

SESC DIGITAL | PROGRAMAÇÃO DA SEMANA
_______________________________________________________________________
Assista gratuitamente em sescsp.org.br/festivalmixbrasil

 ### 31º Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade ###


Nenhum comentário:

Canal Brasil reexibe episódios de "O Papel da Vida", conduzidos por Marina Person

“ O Papel da Vida ”, programa apresentado por Marina Person durante 2 anos no Canal Brasil, terá alguns episódios reprisados a partir de seg...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba