MOSTRA FAZ DUPLA HOMENAGEM A MICHELANGELO ANTONIONI


Todos os anos, a Mostra Internacional de Cinema convida um artista ou cineasta para fazer a arte do pôster do ano. Nomes como Ai Weiwei, Akira Kurosawa, Andrei Tarkóvski, Emir Kusturika, Jia Zangke, Kobra, Manoel de Oliveira, Marco Bellocchio, Maurício de Souza, Pedro Almodóvar, Wim Wenders e Ziraldo, assinaram o cartaz do evento em diferentes edições.

A arte da 47ª edição é uma pintura que o cineasta MICHELANGELO ANTONIONI, diretor consagrado internacionalmente, vencedor de inúmeros prêmios em Festivais Internacionais, como a Palma de Ouro no Festival de Cannes, o Urso de Ouro em Berlim e Leão de Ouro em Veneza, além de um Oscar® honorário, fez nos anos 1960. 

Nascido em 1912, na cidade de Ferrara, Itália, Michelangelo Antonioni foi um diretor, roteirista, editor e pintor, conhecido principalmente pelo seu trabalho de composição de cenas, além de seus mais reconhecidos filmes, Profissão: Repórter (1975), Blow-Up – Depois Daquele Beijo (1966), e a trilogia da incomunicabilidade, composta pelos longas A Aventura (1960), A Noite (1961) e O Eclipse (1962). Michelangelo Antonioni também pintava e realizou várias exposições de seu trabalho na Itália. 

Durante a vida toda, Antonioni foi também um pintor que enquadrou, explorou close-ups, olhos, pedras, mãos, bocas, folhas, árvores e geladeiras explosivas, devolvendo sua arte silenciosamente em fragmentos. As cores, como em Deserto Vermelho, as ampliações em Blow-Up – Depois Daquele Beijo - com tantos grãos que beiram a abstração, e a famosa sequência explosiva em Zabriskie Point, são praticamente pinturas abstratas em movimento. 

Para o diretor, ver era uma necessidade. Para o pintor, ver era uma preocupação. “Enquanto para um pintor descobrir uma realidade estática ou um ritmo, mas um ritmo fixo em um sinal, para um diretor, o problema é capturar uma realidade que matura e consome, e propor este movimento como uma nova percepção”, relatou Antonioni em 1963.

 

RETROSPECTIVA MICHELANGELO ANTONIONI 

Além do pôster, a homenagem da 47ª Mostra ao diretor Michelangelo Antonioni inclui a exibição de 23 títulos, entre curtas e longas, documentários e ficções, realizados entre 1947 e 2004, em 65 anos de atividade. 

Completa a homenagem a leitura que atores farão do roteiro "Tecnicamente Doce”, escrito por Michelangelo Antonioni, que será filmado com direção de André Ristum, produção de Caio Gullane, Fabiano Gullane e André Novis em coprodução com a empresa italiana Vivo Film, associada à Enrica Antonioni.

A Aventura, Ficção, 112min, Reino Unido/EUA, 1960
A Dama sem Camélias, Ficção, 106min, Itália, 1953
A Noite, Ficção, 123min, Itália/FR, 1961
Além das Nuvens, Ficção, 112min, França/Itália/Alemanha, 1995 (co-direção de Wim Wenders)
Blow-UP - Depois daquele beijo, Ficção, 112min, Reino Unido/EUA, 1966
Crônica de um Amor, Ficção, 98min, Itália,1950
Gente do Pó, Doc, 10min, Itália, 1947
Identificação de Uma Mulher, Ficção, Itália/FR, 131min, 1982
Kumbha Mela, Doc, 18min, Índia, 1989
L’amoroza Menzogna, Doc, 11min, Itália, 1949
Limpeza Urbana, Doc, 9min, Itália, 1948
Noto, Mandorli, Vulcano, Stromboli, Carnevale, Doc, 10min, Itália, 1992
O Amor na Cidade (Tentativa de suicídio), Ficção, 22min, Itália, 1953
O Deserto Vermelho, Ficção, 117min, Itália/FR, 1964
O Eclipse, Ficção, 126min, Itália/FR, 1962
O Grito, Ficção, 117min, Itália/EUA, 1957
Os Vencidos, Ficção, 113min, Itália/FR, 1953
Profissão: Repórter, Ficção, 126min, Itália/FR, 1975
Roma, Doc, 10min, Itália, 1989 (episódio do longa 12 Registi per 12 Città)
Superstizione, Doc, 9min, Itália, 1949
Sicília, Doc, 9min, Itália, 1997
O Olhar de Michelangelo, Doc, 15min, Itália, 2004
Zabriskie Point, Ficção, EUA, 113min, 1970

 

PATROCINADORES DA 47ª MOSTRA

Neste ano, a Mostra conta com o patrocínio master da PETROBRAS e do ITAÚ, a parceria do SESC, o patrocínio da SPCINE, o co-patrocínio da DESENVOLVE SP, o apoio da ANCINE, do PROJETO PARADISO e do INSITUTO GALO DA MANHÃ, a colaboração do ITAÚ CULTURAL, do TELECINE, da NETFLIX e do INSTITUTO ITALINO DE CULTURA, o apoio técnico da CINEMATECA BRASILEIRA, da QUANTA, do CONJUNTO NACIONAL e da VELOX, a parceria do MELIÁ PAULISTA e do MERCURE HOTELS, a promoção da GLOBOFILMES, do CANAL BRASIL, da FOLHA DE S.PAULO, da TV CULTURA e da RÁDIO BAND NEWS.



Instagram: @mostrasp

Twitter: @mostrasp

Facebook

Youtube

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba