22ª Goiânia Mostra Curtas abre inscrições abre inscrições para Laboratório de Roteiros Audiovisuais


Inscrições podem ser feitas de 13 de junho a 6 de julho pelo site do festival.
 
Consultoria de roteiros de documentário e ficção será realizada por profissionais experientes do cenário audiovisual.


Estão abertas as inscrições para o Laboratório de Roteiros Audiovisuais da 22ª Goiânia Mostra Curtas. Roteiristas, diretores, estudantes, profissionais de audiovisual que residam no estado de Goiás poderão receber consultorias através do Laboratório.

As inscrições podem ser feitas a partir desta terça-feira, 13 de junho, até o dia 6 de julho às 23:59 (horário de Brasília), pelo site oficial do festival www.goianiamostracurtas.com.br. Serão ofertadas seis vagas ao todo, sendo três para cada um dos laboratórios oferecidos: Roteiro de ficção (curta ou longa-metragem) e Roteiro de documentário (curta ou longa-metragem).

O principal objetivo do Laboratório é reconhecer e qualificar roteiros originais ainda não produzidos, contribuindo com seu desenvolvimento, garantindo sua visibilidade e criando oportunidades para sua eventual realização.

“O nosso objetivo é promover um laboratório em nível mais avançado para aquelas pessoas que já tem um argumento ou roteiro, que buscam essa consultoria mais direcionada”, enfatiza a diretora-geral da Goiânia Mostra Curtas, Maria Abdalla. Segundo ela, o festival vai além da exibição e divulgação de filmes, e consiste também em formação de plateia, se fazendo importante ainda na valorização do roteiro como produto e a capacitação do setor audiovisual. Além disso, o Icumam visa estimular a diversidade reafirmando seu compromisso de compor uma seleção plural de roteiros.

As inscrições para o Laboratório são gratuitas e poderão se inscrever pessoas residentes de todo o estado de Goiás. E os projetos selecionados receberão consultorias individuais da roteirista Ana Julia Travia e da roteirista Luana Rocha. As consultorias serão realizadas durante o festival.
 
Segundo a tutora Ana Julia Travia: “Será feita a partir da análise dos materiais enviados pelos selecionados. Primeiro, observaremos quais são as singularidades de cada projeto e a partir disso haverá uma orientação para o saneamento de possíveis fragilidades. Além disso, haverá discussões sobre as experiências da tutora, a fim de familiarizar os realizadores com as realidades de salas de roteiros e de alternativas para o desenvolvimento de projetos mais autorais.” 
“Com base na premissa da Mostra serão escolhidos três projetos com duas horas de consultoria cada. O objetivo é desenvolver a narrativa, seja para a produção ou para editais e laboratórios nacionais/internacionais. A intenção é contribuir com uma análise profissional do roteiro para identificar pontos a melhorar, permitindo que se saiba exatamente o que fazer para aperfeiçoar a trama e levá-la a um patamar profissional.” Relata a tutora Luana Rocha.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba