Quatro produções audiovisuais brasileiras serão exibidas no Festival de Cannes com o apoio do Projeto Paradiso

 Entre os dias 16 e 27 de maio acontece um dos eventos mais importantes do calendário mundial da indústria cinematográfica: a 76ª edição do Festival de Cannes, na França. O Projeto Paradiso vai apoiar quatro longas-metragens selecionados para diversas mostras, por meio do Brasil no Mundo, programa que busca fortalecer a participação nacional em grandes mercados e festivais no exterior. O programa concede apoios a filmes selecionados para mostras competitivas, projetos em busca de coprodução internacional e prêmios para finalização e internacionalização das obras.

Crédito: Levante

Entre as produções apoiadas está “Levante”, de Lillah Halla, uma coprodução entre ARISSAS, Manjericão Filmes e In Vivo Films, com Clarissa Guarilha e Rafaella Costa na produção e Eva Randolph na montagem, todas integrantes da Rede Paradiso de Talentos, assim como a própria diretora e a atriz Grace Passô. No início de abril, “Levante” -- cujo nome provisório era "Ainda Assim" -- recebeu o Prêmio WIP Paradiso no Cine en Construcción, work in progress do Cinélatino - 35es Rencontres de Toulouse. Agora, o filme será apresentado na “Semaine de la Critique”, mostra paralela ao Festival de Cannes.


                                                            Crédito: The Delinquents

Outras três produções com participação brasileira também recebem apoio do Brasil no Mundo na programação de Cannes. Na mostra “Un Certain Regard”, serão exibidas as coproduções "Os Delinquentes", de Rodrigo Moreno, e "A Flor do Buriti”, de Renée Nader Messora e João Salaviza. Já na mostra “Special Screening”, será a vez de "Retratos Fantasmas”, de Kléber Mendonça Filho.

Além dos apoios a filmes, o Projeto Paradiso é um convidado, ao lado da Spcine e do Cinema do Brasil, dos cafés da manhã de negócios do Producers Network, do Marché du Film, mercado ligado ao festival. No dia 19 de maio, uma comissão de produtores brasileiros será apresentada ao público seleto reunido para o evento. São eles Joyce Prado, Juliana Funaro, Karen Castanho, Tata Amaral e Thiago Macêdo Correia.

O Projeto Paradiso apoiará ainda a presença de duas instituições nesta edição do Marché du Film, em Cannes. O NICHO 54, instituto que atua na formação de profissionais negros no audiovisual, levará sua diretora, Fernanda Lomba, e a produtora Yolanda Barroso; e o +Mulheres, uma rede de profissionais da indústria audiovisual nacional, que será representado pela produtora executiva Cora Valentina e pela diretora do departamento internacional, Juliana Funaro.

Além dos suportes, o Projeto Paradiso vai anunciar no dia 18 de maio o projeto selecionado para a Pop Up Film Residency. O anúncio acontecerá durante um coquetel voltado para a Rede Paradiso de Talentos e convidados, entre eles cineastas, com a presença confirmada do diretor Karim Aïnouz, representantes de órgãos públicos, programadores e players do mercado audiovisual internacional.

“O Brasil lutou para conseguir uma janela de projeção internacional e, com o programa Brasil no Mundo, buscamos manter esse espaço aberto para o audiovisual brasileira. Oferecer esses apoios é uma forma de estimular a presença nacional em eventos relevantes, como o Festival de Cannes. Proporcionar a essas produções uma forma de consolidar seus espaços no cenário exterior é uma grande vitória para nós”, vibra Josephine Bourgois, diretora executiva do Projeto Paradiso.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba