"Sapato 36" estreia nesta quinta (04/08)

 



Filme sobre futebol de várzea, dirigido pelo pernambucano Petrônio Lorena, foi selecionado para exibições na Semana de Cine Latinoamericano e no Festival de Inverno de Garanhuns. A estreia nacional será no dia 04 de agosto. 

O premiado longa-metragem “Sapato 36”, do realizador pernambucano Petrônio Lorena, terá estreia nacional no dia 04 de agosto, em salas de cinema de todo país. Mas antes o filme participa de dois festivais. 


O documentário, com roteiro de Petrônio Lorena e Ricardo Brandão, revela a realidade e sonhos de árbitros, jogadores e jogadoras, que atuaram e atuam em times de futebol de várzea de Santo Amaro, tradicional bairro recifense. “Sapato 36” é o terceiro longa-metragem dirigido por Petrônio Lorena (O Silêncio da  Noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras e O Gigantesco Imã). 

O filme “Sapato 36” traz personagens dos campeonatos do futebol de várzea do bairro de Santo Amaro, no Recife, e ícones como Ricardo Rocha, tetracampeão mundial com a Seleção brasileira em 1994, e Mauro Shampoo, lendário jogador do Íbis, conhecido como o pior time do mundo. O documentário já passou por diversos festivais nacionais e internacionais, recebendo premiações nacionais no Rio Grande do Norte e Paraíba, e fora do Brasil, na Rússia, Hungria, Itália e Índia.  

“Sapato 36” é uma realização da Nosotros Y Los Demás Produções, com incentivo do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) / Ancine; do Funcultura, Fundarpe, Governo de Pernambuco; e do Sistema de Incentivo à Cultura da Prefeitura Municipal do Recife; e apoio da Uninassau e do Porto Digital / Porto Mídia.  

CALENDÁRIO - A pré-estreia de “Sapato 36” está marcada para dia 03 de agosto, no Cineteatro do Parque, no Recife. Os ingressos estão à venda na plataforma Sympla. Os interessados podem seguir o perfil do filme no Instagram @sapato36oficial, onde é possível assistir ao trailer e teasers com personagens como Ricardo Rocha e Mauro Shampoo, além de ficar sabendo mais informações sobre a estreia nacional no dia 04 de agosto, com exibições em salas de cinema de todo Brasil. Entre as cidades já confirmadas estão Aracaju (SE), Maceió (AL), Salvador (BA), Palmas (TO), Manaus (AM) e Curitiba (PR). O filme tem distribuição da Nosostros Y Los Demás Produções em parceria com a Cavídeo. 

PREMIAÇÕES - “Sapato 36” recebeu premiações de Melhor Som para Guga S. Rocha no Festival de Cinema de Soledade (PB), Melhor Filme de Longa Metragem Documentário na Mostra Arretada Seridó Cine (RN), Melhor Documentário e Melhor Cinematografia no Emerald Peacock Internacional Festival (São Petersburgo/Rússia), Melhor Documentário no Paradise Film Festival (Budapeste/Hungria), Melhor Filme Esportivo no Fox International Film Festival (Roma/Itália) e Melhor Documentário no 195 Countries International Film Festival (Patna/Índia). 

DIREÇÃO - O realizador audiovisual pernambucano Petrônio Lorena é natural de Serra Talhada, sertão de Pernambuco. Petrônio Lorena dedica-se ao cinema desde 1999, tendo realizado oito filmes, entre curtas e longas-metragem. É diretor, roteirista, produtor e compositor de trilhas para o cinema. Paralelamente ao cinema, desenvolve carreira como músico com a banda Petrônio e as Criaturas. É formado em Comunicação Social pela UFPE, com habilitação de Radialismo em 1999.  

EQUIPE - “Sapato 36” tem roteiro de Petrônio Lorena e Ricardo Brandão, direção de Petrônio Lorena, assistência de direção  de Tábata de Morais e Jerônimo Lemos, produção executiva de Mariana Jacob e Fernanda Cordel, coordenação de produção de Karla Laet, direção de fotografia de Breno César, desenho de som e mixagem de Guga S. Rocha, montagem de Gabriel Çarungaua, trilha musical de Petrônio e as Criaturas e Guga S. Rocha, locução de Edson Peixoto, efeitos visuais de Bio Quirino, identidade visual de Camilo Maia, assessoria de imprensa e conteúdo para redes sociais de Alexandre Barbosa e Flora Noberto.

Sapato 36, de Petrônio Lorena (Documentário, 72´ 26", digital, rodado em 4k, cor, 2021, DCP)

Sinopse: Rodado na cidade do Recife, o filme apresenta o futebol de várzea praticado no bairro de Santo Amaro.  Sonhos, realidade e sentimentos de árbitros, jogadores e jogadoras dividem a bola com as lembranças de famosos nomes que passaram pelo bairro como Mauro Shampoo e o tetra campeão mundial Ricardo Rocha.

 

Siga Sapato 36 no Instagram: https://www.instagram.com/sapato36oficial/

Nenhum comentário:

Crítica Filme "Trem-Bala" por Rita Vaz

  Estreia nesta quinta-feira, dia 4 de agosto o filme “Trem Bala” sob a direção de David Leitch (“Dead Pool 2”, “Atômica”, “John Wick” e out...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba