Santos Film Festival chega à sua 8ª edição, com mais de 60 filmes e atividades formativas



Com os temas "Basta!" e "O Cinema Nosso de Cada Dia", mais importante festival de cinema do litoral paulista homenageará cineasta carioca Wagner de Assis e designer gráfico santista Márcia Okida. Serão mais de 60 filmes exibidos em 10 espaços. Programação é gratuita.

O Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos, organizado pelo Instituto Cinezen Cultural e dirigido pelos produtores Paula e André Azenha, chega à oitava edição de 21 a 29 de junho. Com os temas “Basta!” e “O Cinema Nosso de Cada Dia”, o mais importante evento do gênero no litoral paulista exibirá mais de 60 filmes, terá atividades formativas (palestras, bate-papos, minicursos) presenciais e virtuais, com os objetivos de oferecer uma programação vasta e completa, de curtas e longas-metragens, estimular a produção cinematográfica regional, não apenas de curtas, mas de longas, promover o intercâmbio entre artistas da Baixada e outras localidades, resgatar e promover a memória cinematográfica, democratizar o acesso à cultura e difundir o cinema como ferramenta de inclusão, educação e turismo. 

Entre os espaços que receberão atividades estão o Cine Roxy, tradicional cinema de rua com 88 anos de existência, o Cine Arte Posto 4 (cinema público), Cinemateca de Santos, Associação Tia Egle, escolas públicas como a ETEC Aristóteles Ferreira e Olga Curi, Open House Idiomas, Novotel, Praça Abílio Rodrigues Paes (“Praça do BNH”), Instituto Arte no Dique. Toda a programação será gratuita.

“Queremos dizer basta ao ódio, à intolerância, ao preconceito e à violência que têm crescido no país. E entendemos que a cultura e, consequentemente, a arte, são fundamentais neste processo de construirmos um país mais justo, inclusivo, que melhore socialmente, economicamente”, explica o idealizador e diretor geral do SFF André Azenha. “O Brasil é um país de muitas culturas, maneiras de viver, existir, pensar e, com o festival, temos tentado ser um retrato, no sentido audiovisual, dessa pluralidade. E por tudo isso também buscamos atingir de crianças a adultos e entendemos o cinema como algo que deve ser valorizado em todos os seus gêneros”, ressalta a diretora de produção Paula Azenha.

 

ABERTURA E HOMENAGENS (clique aqui para detalhes da programação e serviço)

A abertura da oitava edição está prevista para acontecer no Cine Roxy 5, com sessões de autógrafos de livros da Coleção Santos Film Fest, Memórias de um Louco... por Cinema!, do jornalista e crítico de cinema santista Marcelo Reis, a autobiografia da designer gráfica e professora Marcia Okida e da segunda edição de História do Santos Film Fest. Também serão inauguradas exposições, no foyer: 20x50: De Dom Corleone a Zé Pequeno e Feliz Aniversário: Filmes que Marcaram a Cultura Pop no Século XXI, do quadrinista Denis Dym Freitas. os dez anos de Vingadores.

Às 20h30 tem início a cerimônia de abertura na sala de cinema do Roxy, com as homenagens à professora Márcia Okida e ao cineasta carioca Wagner de Assis. Em seguida haverá a avant-première de Sexcore: A História do Carnal Desire, documentário em longa-metragem dirigido pelo santista Rodiney Assunção.

A entrada para a cerimônia de abertura é mediante um quilo de alimento não perecível em prol da Associação Tia Egle e do Instituto Arte no Dique. 

 

MOSTRAS COMPETITIVAS (clique aqui para detalhes da programação e serviço)

As Mostras Competitivas nacionais de longas e curtas-metragens acontecerão no Cine Arte Posto 4, a partir de 23 de junho. Os horários das sessões (duplas, sempre com um curta seguido por um longa) serão sempre 16h, 18h30 e 21h. No cinema público também haverá a retrospectiva com filmes dirigidos por Wagner de Assis. Já a Mostra Regional, com curtas-metragens produzidos na Baixada Santista, será realizada em 27 de junho, à noite, no Cine Roxy 5, e a Mostra de Curtas de animação será realizada nas sessões ao ar livre e nas escolas e ONGs.

Os júris foram formados por profissionais de carreiras extensas e respeitadas no meio audiovisual. O júri da Mostra Nacional foi composto pelas cineastas Andrea Pasquini, Julia Katharine, e os professores doutores Jamer Guterres de Mello e Rogério Ferraraz. Já as mostras regional e de animação tiveram como jurados a atriz Ondina Clais, a designer gráfico e professora Márcia Okida e o professor e cineasta Wanderley Camargo. Foram mais de 600 obras inscritas de várias partes do Brasil durante um mês. Os filmes selecionados serão anunciados na segunda semana de junho.

 

SESSÕES ESPECIAIS (clique aqui para detalhes da programação e serviço)

O SFF realiza uma Retrospectiva dos filmes do diretor santista Wagner de Assis, no cinema público Cine Arte Posto 4, uma sessão especial do filme Flores do Cárcere, dirigido por Paulo Caldas e Bárbara Cunha, no Cine Roxy 5.

O Festival traz ainda a já tradicional Virada Cinematográfica com Café da Manhã, na Cinemateca de Santos, com a exibição da trilogia O Poderoso Chefão. Quem ficar até o final, pela manhã de 25 de junho, poderá desfrutar de café da manhã oferecido pela Padaria Nova Princesa.

Retomando a programação cultural em escolas estaduais, que décadas atrás foi muito forte em Santos, o festival terá uma programação voltada ao público adolescente na ETEC Aristóteles Ferreira, que recebe jovens das nove cidades da Baixada Santista, em sessões seguidas de bate-papos com os diretores dos filmes.

 

SESSÕES INFANTIS (clique aqui para detalhes da programação e serviço)

Como sempre tem feito, buscando levar o cinema para “além da bolha”, o Santos Film Fest promove sessões para os pequenos, em sessões na Praça do BNH, no pátio da escola Olga Curi, na Associação Tia Egle e no Instituto Arte no Dique. Todas essas sessões terão distribuição de pipoca.

Na sexta-feira, 24 de junho, no Cine Roxy 5, o Santos Film Fest fará uma Sessão Azul para crianças autistas de entidades ligadas à APAE, ao Grupo Inclusão Para Todos, entre outras. A sessão tem características específicas, como meia luz, ar-condicionado ameno, som mais baixo, etc.

 

PALESTRAS, WORKSHOPS E BATE-PAPOS (clique aqui para detalhes da programação e serviço)

Todos os dias pela manhã, a partir de 22 de junho, a partir das 9h, no canal do Santos Film Fest, serão disponibilizados vídeos com depoimentos dos diretores e diretoras dos filmes das mostras competitivas.

Antenado com o que acontece no mundo e nas redes sociais, o Santos Film Fest conta com palestra sobre Estereótipos com Rita von Hunty, que falará sobre como a estereotipação de grupos minorizados origina os preconceitos, discriminações e dinâmicas de exclusão em nossa sociedade.

Um bate-papo com o cineasta Wagner de Assis,  workshop sobre roteiro para filmes de temática LGBTQIA+ com o cineasta Lufe Steffen, workshop de produção de micro documentários com Rodiney Assunção, palestra com Audrey Duarte sobre Marketing no Audiovisual e workshop de Criação de Cartazes para Filmes com Márcia Okida fazem parte da programação do SFF, que traz ainda um bate-papo virtual com o roteirista Bráulio Mantovani, de Cidade de Deus e muitos outros filmes de destaque do cinema nacional.

Todas essas atividades são gratuitas, mas possuem vagas limitadas mediante inscrição no site www.santosfilmfest.com.

 

ENCERRAMENTO E EXPOSIÇÃO

Na quarta-feira, 29 de junho, a partir das 18h, na Open House Idiomas, acontece bate-papo com Waldemar Lopes sobre os 40 anos do filme Victor ou Vitória, de Blake Edwards. Às 19h, começa o vernissage da exposição À Luz da Sétima Arte, com pinturas de Waldemar que retratam cenas de filmes clássicos, estrangeiros e nacionais.

Durante o lançamento da exposição, serão anunciados os vencedores da Mostra Regional. Já os vencedores das mostras nacionais serão divulgados em live, no canal do festival no Youtube, mais cedo, 16h.

Nenhum comentário:

Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favo...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba