Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz


Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favorito 3, Minions), com codireção de Brad Ableson (Os Simpsons) e Jonathan del Val (Pets - A Vida Secreta dos Bichos).

“Minions 2: A Origem de Gru” é a continuação das aventuras dos Minions, e desta vez, eles ajudam um Gru ainda criança, que está descobrindo como ser vilão.

Na década de 1970, Gru é um menino de doze anos, que estuda, faz planos para ser um mestre do mal, pensa em dominar o mundo e tem adoração pelo supergrupo de supervilões, os “Vicious 6”.

Quando Gru cruza o caminho dos Minions, incluindo Kevin, Stuart, Bob e Otto, um novo Minion de aparelho nos dentes e uma necessidade desesperada de agradar, eles formam uma família inusitada.

Juntos, constroem seu primeiro esconderijo, projetam suas primeiras armas e unem suas forças para executar suas primeiras missões. 

Com o desaparecimento do líder dos supervilões, Gru tem a oportunidade de participar do grupo, através de uma entrevista.

Mas, por conta de um evento inesperado, ele acaba se tornando maior inimigo do grupo dos supervilões, e para enfrentar essa nova situação, ele contará com a ajuda de seus leais seguidores, os Minions.

Nessa empreitada juvenil, ele aprenderá que até os supervilões precisam da ajuda de seus amigos.

“Minions 2: A Origem de Gru” é uma animação tão super, quanto seus vilões e heróis. Ela é muito divertida, colorida, tem um humor que atinge adultos e crianças, cada um na sua devida esfera, tem ação do começo ao fim, tem uma trilha sonora maravilhosa e é lotada de referências aos anos 1970 de diversas formas e maneiras.

Os personagens são muito bem caracterizados, que nos levam a diversos lugares da memória e da diversão, e os Minions estão especialmente bons.

Eles são tão divertidos com suas particularidades, que é impossível gostar mais de um do que de outro. E sem falar no dialeto em que eles se comunicam, muito bem articulado pelo dublador, que nos confunde na hora certa e nos entrega aquilo que precisamos saber, também no exato momento.

“Minions 2: A Origem de Gru” é uma excelente pedida para pais e filhos se divertirem, lembrando que as férias estão para começar e esse passeio ao cinema, será inesquecível para ambos de tantas gargalhadas que darão juntos.

 

 

Nenhum comentário:

Crítica Filme "Trem-Bala" por Rita Vaz

  Estreia nesta quinta-feira, dia 4 de agosto o filme “Trem Bala” sob a direção de David Leitch (“Dead Pool 2”, “Atômica”, “John Wick” e out...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba