Liga da Mata, a série brasileira mais premiada da história, vence mais um festival dedicado às produções criadas para a web

 


Com a conquista do NZ Webfest 2021, na Nova Zelândia, a produção criada por Sergio Kalili, que transforma os personagens do folclore brasileiro em super-heróis, para ensinar sobre a preservação do meio-ambiente, acumula mais de 40 premiações em festivais pelo mundo

Sergio Kalili, idealizador da “Liga da Mata”, terá que abrir um novo espaço em sua estante de prêmios para mais duas estatuetas. A série brasileira de animação, que transforma os personagens do folclore brasileiro em super-heróis para ensinar sobre a preservação do meio-ambiente, recebeu os prêmios de Melhor Animação e Melhor Pitching Internacional no NZ Webfest 2021, realizado na Nova Zelândia em novembro.

Os troféus somam-se aos outros mais de 40 prêmios conquistados pela “Liga da Mata” ao redor do mundo, desde o seu lançamento em 2016. Ao longo destes cinco anos, a websérie já foi laureada em países como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Itália, Alemanha, Japão, Índia, Canadá, França e Coreia do Sul, tendo sido indicado em mais de 90 festivais nacionais e internacionais.

Dentre os prêmios vencidos pela Liga da Mata em 2021, destaque para festivais internacionais e nacionais como Seoul International Short Film Festival, 9th Fricine Festival Sócio Ambiental, Hong Kong Indie Film Festival, Paris International Indiefest, Seoul Webfest, Kalakari International, Los Angeles Independent Film Festival, Berlin International Film Festival, Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis e New York Independent Cinema Awards.

Além disso, somente neste ano a produção também concorreu nos festivais Rio Webfest, Miami Webfest, New Jersey Webfest, Santa Monica Webfest, Bogota Webfsest, Apullia Webfest, Die Seriale, entre outros. Ou seja, a websérie tornou-se uma verdadeira referência brasileira no segmento para o mundo.

 

Fantasias - O projeto Liga da Mata surgiu em 2012 a partir de uma ideia de Sergio Kalili, então empresário do ramo de fantasias para festas. Preocupado com a destruição do meio-ambiente, Kalili viu nos personagens do folclore brasileiro como Saci, Curupira, Iara, Boto e Fulozinha um grande potencial para se ensinar sobre a educação ambiental para crianças do ensino fundamental.

A partir desta preocupação, Kalili escreveu o romance “Liga da Mata - O Renascimento da Alma” com a intenção de criar um longa-metragem. Para isso, também desenvolveu uma websérie baseada na obra, utilizando alguns dos personagens do romance.

Desta maneira, nas histórias, os personagens do folclore brasileiro mostram aos espectadores verdadeiras características de super-heróis, vivendo diversas aventuras, sempre com temas que remetem à preservação do meio-ambiente, buscando um balanceamento entre os seres humanos e a natureza.

“Não podemos ficar mais de braços cruzados enquanto o mundo destrói o meio ambiente de forma irresponsável”, afirma Sergio Kalili, que também preside a Digital Brasil – Associação Brasileira de Conteúdo Digital.  Ele completa, ressaltando que “o projeto da Liga da Mata está em total acordo com a agenda ONU 2030, atendendo a diversos itens listados”.

Balões e Abelhas - Ao todo já são 12 episódios escritos com investimentos próprios. O primeiro deles, “O Perigo dos Céus”, chama a atenção aos incêndios causados nas florestas e cidades por causa de balões durante as festas juninas – tendo sido lançado em agosto de 2016 e já disponibilizado no YouTube. A partir daí veio o segundo episódio, “Abelhas”, dividido em duas partes que, entre 2019 e 2021, foi indicado em diversos festivais pelo mundo.

“Meu objetivo é criar muito mais histórias que ajudem a melhorar a imagem do Brasil no exterior, além de ensinar crianças por todo o mundo a cuidar melhor do planeta como um todo”, afirma Sergio Kalili

 

LIGA DA MATA

Site: https://www.ligadamata.com.br/

Canal no YouTube: https://www.youtube.com/c/LigadaMata

Nenhum comentário:

Crítica Filme "Trem-Bala" por Rita Vaz

  Estreia nesta quinta-feira, dia 4 de agosto o filme “Trem Bala” sob a direção de David Leitch (“Dead Pool 2”, “Atômica”, “John Wick” e out...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba