UOL expande produção de documentários exclusivos

O UOL tem investido cada vez mais na produção de documentários exclusivos.  Apenas em 2021, cerca de seis títulos foram lançados pela marca, todas cocriações de MOV.doc, selo de documentário da empresa, com exibição pelo UOL Play, plataforma de streaming do UOL. 

A atração mais recente, “Nosso Pai”, apresenta denúncias de assédio sexual em um centro religioso do Circuito da Fé, em Minas Gerais. Dividido em duas partes, a produção ouviu mais de 30 pessoas, entre vítimas, testemunhas e integrantes da Igreja. A apuração é do Núcleo Investigativo do UOL, com direção de conteúdo de Peu Araújo, reportagem de Maria Carolina Trevisan e José Dacau. 

Murilo Garavello, Diretor de Conteúdo do UOL, ressalta: “Estamos cada vez mais canalizando nossa capacidade de apuração jornalística para diferentes produtos audiovisuais. Nós temos dentro de casa a matéria-prima para os documentários, que é a investigação, o argumento, a pesquisa. Por isso, nossa produção tende a crescer e a melhorar” 

Lançada no início do ano, a série “BBB – Casos de Polícia” relembra incidentes de machismo, violência de gênero, racismo e homofobia ao longo da história do reality show. Entre eles estão a acusação de Paula Sperling por intolerância religiosa (BBB 19) e a expulsão de ex-participantes, como Daniel Echaniz (BBB 12). 

Na sua segunda temporada, “PCC - Primeiro Cartel da Capital” retrata o contexto de conflitos internos e violência do PCC, para a consolidação da organização no tráfico internacional, com foco nos dois maiores líderes do grupo: Gegê do Mangue, morto em uma emboscada no Ceará, e André do Rap, um dos criminosos mais procurados pela polícia internacional atualmente. 

Para aqueles que preferem embarcar em histórias de viagens, o documentário “Na Estação” percorre rodoviárias do país para trazer relatos de pessoas que têm pressa para o reencontro com a família ou que acabaram de se despedir de seus entes para começar uma nova vida em outro lugar. 

Já a série “Origens” mostra como testes de DNA ajudaram personalidades negras conhecerem sua ancestralidade. A produção conta com a participação do sambista Péricles, a escritora Eliana Alvez Cruz, a funkeira MC Carol, o comediante Yuri Marçal, entre outros. 

Os “Sobrevivencialistas”, grupo de indivíduos que estão sempre preparados para emergências, desde crises sanitárias, catástrofes naturais, ou até mesmo ruptura da ordem social, são tema de documentário homônimo produzido pela marca. 

Acompanhe os documentários do UOL pelo UOL Play e pelo canal de MOV.doc no YouTube.

 


Nenhum comentário:

MUBI promove conversas entre realizadores e acadêmicos em outubro

Para conectar ainda mais estudantes com o universo do cinema, a MUBI, distribuidora e serviço global de streaming com curadoria, promove de ...