A Matéria Noturna está no 10º Olhar de Cinema

“A Matéria Noturna”, longa escrito e dirigido por Bernard Lessa, está na Mostra Outros Olhares do 10º Olhar de Cinema - Festival de Cinema de Curitiba que acontece, de forma online, entre os dias 6 e 14 de outubro. A programação completa do festival com os dias e horários de exibição será disponibilizada pelo site www.olhardecinema.com.br 

O filme conta a história do encontro entre Jaiane, uma mulher negra de 30 anos, que trabalha como motorista de aplicativo e canta numa roda de samba e Aissa, uma marinheiro moçambicano que precisa ficar alguns dias na cidade de Vitória por causa de um problema técnico em seu navio. 

“A Matéria Noturna fala sobretudo sobre relações interpessoais na contemporaneidade. Por isso escolhi trabalhar com noções de aridez e deriva que acompanham a apresentação dos personagens e da cidade de Vitória, palco no qual eles se encontram e tecem suas relações. Posteriormente, surge  a ideia da paixão (e do samba) como elemento que restabelece uma vivacidade ao indivíduo, relembrando-o de seu lugar de ação no mundo, mesmo que de maneira fugaz”, explica o diretor. 

A história se passa toda em Vitória, capital do Espírito Santo, onde foram realizadas as filmagens. A cidade é um personagem importante do filme “A cidade (e a vida), com toda sua crescente secura, é ainda ainda palco de encontros potencialmente transformadores, mesmo que sejam eles repletos de desencontros”, complementa o diretor. 

O longa tem produção da Rede Filmes, Dilúvio Produções, Pique-Bandeira Filmes e Kussa Productions, e será distribuído pela Olhar Distribuição com estreia comercial programada para o segundo semestre de 2022. 

Ficha Técnica:

2021| Brasil | 89 minutos 

Direção e roteiro: Bernard Lessa, Produção: Bernard Lessa, Eduardo Cantarino e Vitor Graize, Montagem: Bernard Lessa, Diretor de Fotografia: Safira Moreira, Elenco: Shirlene Paixão, Welket Bungué, Altamir Furlane, Suely Bispo, Sandra Chagas, Ivna Messinam, Luciene Camargo, André Félix, Melanie de Vales, Luís Gobbi, Produtoras: Rede Filmes, Dilúvio Produções, Pique-Bandeira Filmes e Kussa Production, Distribuidora: Olhar Distribuição.

Sinopse: 

Jaiane é uma mulher negra de 30 anos que trabalha como motorista de aplicativo e canta numa roda de samba. Aissa é um marinheiro moçambicano que, devido a um problema técnico em seu navio, permanece em Vitória por alguns dias. Jaiane experimenta um pouco da hostilidade do Brasil contemporâneo, enquanto Aissa se esforça para ter uma experiência real em solo firme. No Bar da Zilda, eles finalmente se encontram. Uma paixão nasce. Se essa paixão, por si, pode não ser suficiente para pôr fim à deriva de ambos, ela pode, ao menos, devolver a eles a sensação de estarem vivos.

Nenhum comentário:

MUBI promove conversas entre realizadores e acadêmicos em outubro

Para conectar ainda mais estudantes com o universo do cinema, a MUBI, distribuidora e serviço global de streaming com curadoria, promove de ...