Clássicos do cinema mundial ficam disponíveis até segunda-feira, dia 31 de maio, na série Cinema #EmCasaComSesc

 


 

 

Última oportunidade para o público ver ou rever gratuitamente obras de Pier Paolo Pasolini, Ingmar Bergman, Jean Renoir, Luchino Visconti, Gillo Pontecorvo, entre outros


Filmes disponíveis no sescsp.org.br/cinemaemcasa

 

 

 

Diferentes décadas e países desenharam a trajetória do audiovisual até aqui. Sempre atento às obras consagradas não apenas por críticos, mas também por amantes do cinema, o CineSesc, desde o início da pandemia do coronavírus, tem levado gratuitamente ao público de todo o Brasil uma curadoria de filmes que marcaram e marcam a história da sétima arte. Os títulos têm estreia semanal na série Cinema #EmCasaComSesc, da plataforma Sesc Digital. Para assistir, não é necessário cadastro ou conta, basta acessar sescsp.org.br/cinemaemasa. Com rotatividade no catálogo, produções clássicas e contemporâneas, nacionais e internacionais, ficam em cartaz por períodos determinados.

 

Às vésperas de completar um ano no ar, a série Cinema #EmCasaComSesc se despede de alguns dos filmes que acompanharam a plataforma desde seu lançamento, em junho de 2020, e se tornaram queridinhos de audiência. Na lista de títulos que deixam o catálogo na próxima segunda-feira, dia 31 de maio estão os clássicos Mamma Roma, de Pier Paolo Pasolini (1962), A hora do Lobo, de Ingmar Bergman (1967), A Carruagem de Ouro, de Jean Renoir (1952), Violência e Paixão, de Luchino Visconti (1974), Os Palhaços, de Federico Fellini (1970), De Crápula a Herói, de Roberto Rossellini (1959) e Kapo - Uma História do Holocausto, de Gillo Pontecorvo (1960), além do documentário chileno preamiado no Festival de Berlim O Pacto de Adriana, de Lissette Orozco (2017). 

 

Programação Cinema #EmCasaComSesc
EM CARTAZ ATÉ 31/5

 

 

MAMMA ROMA
Dir.: Pier Paolo Pasolini | Itália | 1962 | 116 min | Documentário | 14 anos

Uma mulher solteira (Anna Magnani) de meia-idade que vive nos arredores de Roma se divide entre o trabalho na feira durante o dia e a prostituição à noite, tudo para tentar dar uma vida digna ao filho adolescente. No entanto, o jovem rebelde só quer passar os dias nas ruas, para desespero da Mamma Roma.

 

A HORA DO LOBO
Dir.: Ingmar Bergman | Suécia | 1967 | 89 min | Ficção | 16 anos

O pintor Johan e sua mulher Alma, que está grávida, vão morar em uma ilha afastada. Lá, ele começa a ser atormentado por pesadelos e angústias que o impedem de dormir à noite; ao mesmo tempo, é assediado pelos estranhos habitantes locais.

 

A CARRUAGEM DE OURO
Dir.: Jean Renoir | França, Itália | 1952 | 94 min | Ficção | 14 anos

No século 18, em uma colônia espanhola na América Latina, uma trupe italiana de commedia dell?arte chega a um local sem estrutura para se apresentar. Quem chega no mesmo navio é a nova carruagem do vice-rei, feita de ouro. Camilla (Anna Magnani), estrela da companhia, desperta o amor de três homens no local, o que causa enormes confusões.

 

 

VIOLÊNCIA E PAIXÃO

Dir.: Luchino Visconti | Itália, França| 1974 | 121 min | Ficção | 16 anos
Um professor que vive sozinho em uma grande casa é assediado por uma marquesa, que insiste em alugar dele o apartamento de cima. Ele acaba concordando e se vê cada vez mais envolvido nos dramas da marquesa, seu amante, a filha e o namorado, que se revezam no local.

 

 

OS PALHAÇOS
Dir.: FedericoFellini | Itália, França, Alemanha | 1970 | 93 min | Documentário | 12 anos

Um menino precisa escapar do olhar severo da mãe para ver o circo e seu vasto universo que passam pela cidade, com seus palhaços de máscaras e maquiagens excessivas, típicos do cinema felliniano.

 

 

DE CRÁPULA A HERÓI
Dir.: Roberto Rossellini  | França, Itália | 1959 | 132 min | Ficção | 14 anos

Em 1943, na Itália, um golpista sedutor e jogador inveterado se faz passar por um coronel para tirar dinheiro de pessoas em busca de informações de familiares presos pelos nazistas. Ao ser desmascarado, aceita colaborar para Gestapo e se faz passar pelo general Della Rovere em uma detenção para presos políticos.

 

 

KAPO - UMA HISTORIA DO HOLOCAUSTO
Dir.: Gillo Pontecorvo | França, Itália, Iugoslávia | 1960 | 118 min | Ficção | 10 anos

Durante a Segunda Guerra, uma jovem é presa em Paris com a família e enviada a um campo de concentração. Após vários traumas, ela se prostitui para os nazistas e se torna “kapo”, espécie de guarda do campo. No entanto, ela busca sua redenção após conhecer um prisioneiro russo.

 

 

O PACTO DE ADRIANA
Dir.: Lissette Orozco | Chile | 2017 | 96 min | Documentário | 12 anos

A diretora Lissette Orozco resgata um trauma da família e de todo o país. Em sua infância, sua tia Adriana sempre teve uma presença animada na família. No entanto, vem à tona a participação dela na polícia secreta do ditador chileno Augusto Pinochet e sua possível participação em torturas, o que faz Lissette mergulhar no passado e confrontar a tia.
 

 

 

Série Cinema #EmCasaComSesc

 

Desde o início de junho, o CineSesc realiza a série Cinema #EmCasaComSesc, na plataforma Sesc Digital (sescsp.org.br/cinemaemcasa). A iniciativa de oferecer gratuitamente filmes em streaming reforça os aspectos que ancoram a ação institucional do Sesc São Paulo, garantindo o acesso a conteúdos da cultura a variados públicos. Com maior presença no ambiente online, o Sesc amplia sua ação de difusão cultural, de maneira acessível e permanente. O público ganha assim mais um espaço para contemplar, descobrir e redescobrir o cinema, a partir de grandes obras selecionadas, disponibilizadas online e gratuitamente.

 

Os filmes ficam disponíveis por um período determinado, com alterações e novas estreias semanais a cada quinta-feira. Há ainda possibilidade de prorrogação da exibição, conforme a demanda do público, além de sessões especiais por períodos menores (como 24h, por exemplo). A curadoria do Cinema #EmCasaComSesc conta com a experiência do CineSesc, que segue fechado desde o mês de março, por conta da crise causada pelo novo coronavírus. 

Nenhum comentário:

Estreia hoje o filme "Veneza" de Miguel Falabella

Estreia nesta quinta-feira, o sensível, poético e surpreendente filme "Veneza" de Miguel Falabella. Reencontrar o único homem que ...