Documentário ‘A Artista e o Ladrão’, vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Sundance, ganha data de estreia no Brasil.

 


PRODUÇÃO NORUEGUESA ESTREIA EM MAIO NAS PLATAFORMAS DIGITAIS

 

O filme documental “A Artista e o Ladrão”, vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Sundance 2020 na categoria Escrita Criativa, já tem data de estreia no Brasil. O longa norueguês chega às plataformas digitais para compra e aluguel em 7 de maio, com distribuição da Synapse Distribution. Nesta poderosa história real, a artista tcheca Barbora Kysilkova decide ir atrás de Karl-Bertil Nordland, o ladrão responsável pelo roubo de suas pinturas mais valiosas. Quando o encontra, eles se aproximam e formam um inesperado vínculo.  Assista ao trailer neste link.

Dirigido por Benjamin Ree, o drama propõe uma discussão sobre arte, inspiração e humanidade ao trazer os verdadeiros acontecimentos da relação de compaixão e amizade entre a artista e o viciado em drogas e ladrão. “Sempre fui fascinado por roubo de arte. Acho que por conta dos contrastes que levantam algumas questões que me intrigam. Quem são esses ladrões? Como eles escolhem as pinturas? É por dinheiro ou por um amor genuíno pela arte? Esse foi o início deste projeto”, conta o diretor.

Ree pesquisou sobre diversos roubos até se deparar com a história de Barbora Kysilkova, que aconteceu em 2015. “Para mim, fazer cinema é estimular o nosso intelectual com perguntas e observar o comportamento humano. Espero ter conseguido levantar questões que ficarão na mente do telespectador mesmo após créditos finais.”

“A Artista e o Ladrão” é produzido Ingvil Giske (“Dugma: The Button”) e editado por Robert Stengård (“Barneraneren”).

 

Sinopse oficial:

Desesperada por respostas sobre o roubo de suas duas valiosas pinturas, a artista tcheca Barbora Kysilkova encontra o criminoso que os roubou e se aproxima dele. Depois de convidar o ladrão, Karl-Bertil Nordland, para posar para um retrato, os dois começam um relacionamento improvável que resulta em um forte vínculo que ligará para sempre essas almas solitárias.

Biografia do Diretor:

Benjamin Ree, nascido em 1989, fez 15 documentários curtos, incluindo “Dreaming of the Golden Eagle”, que estreou no Festival Internacional de Filmes e Documentários de Amsterdam (IDFA) em 2012. “Magnus”, seu primeiro documentário no formato longa-metragem, fala sobre os melhores jogadores de xadrez do mundo. A produção estreou no Festival de Cinema de Tribeca (EUA) em 2016 e foi vendido para 64 países.

Nenhum comentário:

Estreia nesta quinta (02/12) o drama FALLING – AINDA HÁ TEMPO

FALLING – AINDA HÁ TEMPO, de Viggo Mortensen, estreia no cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 2 de dezembro, nas cidades de São Paulo...