À LA CARTE desta quinta-feira traz longa com Valeria Golino premiado em Cannes

 


 


 


Chegam ao À LA CARTE na próxima quinta-feira, 1º de abril, quatro novos filmes que passam a integrar o catálogo do streaming. Entre os destaques está o belíssimo drama italiano “Respiro” (2002), dirigido por Emanuele Crialese, com Valeria Golino no papel principal. Os outros três filmes são “Sonho sem fim”, filme de estreia de Lauro Escorel como diretor e que narra a história de um dos pioneiros do cinema brasileiro, Eduardo Abelim; o clássico “O grande motim” (1935), filme de Frank Lloyd com Charles Laughton, Clark Gable e Franchot Tone, indicado ao Oscar 1936 em oito categorias; e, para fechar, a comédia “O palhaço do batalhão” (1950), de Hal Walker, terceiro filme estrelado por Jerry Lewis e Dean Martin.

Mãe de três filhos, Grazia (Valeria Golino) mora com o marido em uma ilha na Itália. Como todas as demais mulheres, trabalha na limpeza dos peixes que os homens trazem diariamente. Sonha em viajar, mas apenas se permite tomar banhos de mar nua. O que gera muito falatório na ilha. Poderia ser só mais um tema sobre o mesmo assunto: a clássica história da mulher diferente das demais e que desafia o conservadorismo da comunidade, mas o diretor e roteirista Emanuele Crialese não cai na mesmice, tornando “Respiro” (2002) um clássico libertário do início do milênio.

“Respiro” é um filme delicado e surpreendente com belíssimas imagens do mediterrâneo e vencedor do Grande Prêmio da Semana da Crítica no Festival de Cannes 2002. Pelo papel de protagonista, Valeria Golino foi reconhecida pela crítica. Apesar de ter despontado para o estrelato mundial no final dos anos 1980, ao aparecer como a namorada de Tom Cruise em “Rain Man” (1988), foi em "Respiro", e em sua terra natal, que a atriz conseguiu seu papel mais premiado. Ela foi escolhida melhor atriz pelo Nastro d'argento (prêmio de cinema italiano mais antigo, concedido desde 1946 pelo Sindicato Nacional dos Jornalistas do Cinema Italiano) e no Festival de Mons, na Bélgica, além de ter recebido uma indicação nesta categoria ao David di Donatello, o Oscar italiano.

Confira abaixo as sinopses dos filmes:

Respiro (Respiro)
Itália, 2002, Drama, 95min, 14 anos
Direção: Emanuele Crialese
Elenco: Valeria Golino, Vincenzo Amato, Francesco Casisa
Sinopse: Grazia vive em uma Ilha na Itália com seu marido e seus três filhos. A pequena população da vila de pescadores a consideram louca e pressionam seu marido para que o mesmo a interne em uma instituição. Ele se recusa, mas mesmo assim Grazia foge.
Curiosidades: Vencedor do Grande Prêmio da Semana da Crítica no Festival de Cannes 2002. A atriz italiana Valeria Golino despontou para o estrelato mundial ao aparecer como a namorada de Tom Cruise em "Rain Man" (1988), mas em sua filmografia, com mais de 100 títulos e quase 70 prêmios, constam grandes atuações em trabalhos realizados dentro e fora da Itália. Para o elenco deste filme, o diretor Emanuele Crialese escalou somente atores amadores, com exceção de Valeria Golino.

Sonho sem fim
Brasil, 1986, Biografia, 93min, 14 anos
Direção: Lauro Escorel
Elenco: Carlos Alberto Riccelli, Luiz Carlos Arutin, Vicente Barcellos, Débora Bloch
Sinopse: A história de um dos pioneiros do cinema brasileiro, Eduardo Abelim, desde o início da carreira, no Rio de Janeiro, até as filmagens da Revolução de 1930. Para divulgar seus filmes, Abelim até fazia acrobacias de carros, dava aulas de ocultismo e dava orientações sobre assuntos místicos.
Curiosidades: Filme de estreia do fotógrafo de cinema Lauro Escorel como diretor. A história biográfica do gaúcho Eduardo Abelim, um dos pioneiros do cinema brasileiro. "Sonho Sem Fim" levou o troféu Kikito em 5 categorias no Festival de Gramado 1985: Prêmio Especial do Júri, Melhor Figurino, Melhor Direção de Fotografia, Melhor Atriz para Marieta Severo e Melhor Atriz Coadjuvante para Imara Reis. "Sonho sem fim" também recebeu o prêmio de melhor filme do ano de 1986 da crítica cinematográfica do Rio de Janeiro.

O grande motim (Mutiny on the bounty)
EUA, 1935, Aventura, 132min, 14 anos
Direção: Frank Lloyd
Elenco: Charles Laughton, Clark Gable, Franchot Tone
Sinopse: O primeiro imediato Fletcher Christian lidera uma revolta contra seu comandante sádico, Capitão Bligh, nesta clássica aventura marítima, baseada no motim de 1788 da vida real.
Curiosidades: Indicado ao Oscar 1936 em oito categorias, venceu apenas como Melhor Filme. Este foi o único filme a receber três indicações ao Oscar de Melhor Ator (Clark Gable, Charles Laughton e Franchot Tone), e, por causa disso, logo depois a Academia criou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, para garantir que essa situação não se repetisse. O ator James Cagney estava de férias navegando em seu barco no largo de Catalina Island, Califórnia, quando passou pela área onde a equipe de "O Grande Motim" estava filmando, ele então ligou para o diretor Frank Lloyd, um velho amigo seu, pedindo um papel em troca de alguns dólares, e acabou ganhando uma figuração de destaque, vestido de marinheiro, podendo ser reconhecido perto do início do filme, a bordo do Bounty.

O palhaço do batalhão (At war with the army)
EUA, 1950, Comédia, 93min, 12 anos
Direção: Hal Walker
Elenco: Dean Martin, Jerry Lewis, Mike Kellin
Sinopse: Alvin Corwin é o homem inferior no totem e vai de um acidente a outro em um campo de treinamento do exército na Segunda Guerra Mundial.
Curiosidades: Terceiro filme estrelado por Jerry Lewis e Dean Martin. Comédia de Hal Walker, que dirigiu Jerry Lewis e Dean Martin em outros sucessos, entre eles "O Marujo Foi na Onda". Polly Bergen, que interpreta Helen Palmer em "O Palhaço do Batalhão", foi premiada com o Emmy 1958, por seu trabalho na série "Playhouse 90", e fez sucesso em filmes como "Círculo do Medo" (1962) – refilmado por Martin Scorsese –, e "Almas nas Trevas" (1963).

 

Serviço:

Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente.

Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90

Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE.

Ou vá direto para a página de cadastro: https://www.belasartesalacarte.com.br/checkout/subscribe/signup

Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IOS,  Apple TV e Roku. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play , App Store e dispositivos Roku.

 


Nenhum comentário:

Um Forte Clarão, estreia na 45a Mostra Internacional de Cinema

Subvertendo narrativas e padrões, a diretora Ainhoa Rodríguez, apresenta seu filme espanhol UM FORTE CLARÃO (Destello Bravío), que é seu lon...