“Era Uma Vez Um Sonho”, de Ron Howard, segue em cartaz no CineSesc até o dia 20 de Janeiro


Estrelado por Glenn Close e Amy Adams,  “Era Uma Vez Um Sonho”, de Ron Howard, segue  em cartaz no CineSesc  até o dia 20 de Janeiro. O filme será exibido em sessão única diária, às 18h, e os ingressos são vendidos exclusivamente pela internet. Com produção da Netflix, o longa traz a história de Vance (Gabriel Basso), que ao retornar para sua cidade natal, no interior dos Estados Unidos, se vê em meio a uma crise familiar e mergulha em uma jornada de autoconhecimento. 

As sessões marcam a parceria do CineSesc com a Netflix, que desde o último ano que tem levado filmes de destaque produzidos e transmitidos pela plataforma de streaming para a experiência das salas de cinema. A exibição dá oportunidade aos longas de serem exibidos em qualidade 4k, som Dolby Digital 7.1, em uma tela de 15 metros de largura por 7 metros de altura. 

“Era Uma Vez Um Sonho” sgue em cartaz até o dia 20 de Janeiro, às 18h, no CineSesc, que por conta da crise da COVID-19 tem atuado com limite de 30% de sua capacidade de público, com disponibilidade de aproximadamente 72 lugares. A venda dos ingressos é realizada exclusivamente pela internet. 

Serviço 

ERA UMA VEZ UM SONHO, de Ron Howard

Em cartaz: Até 20 de janeiro

Horário: 18h

Local: CineSesc (Rua Augusta, 2075, Cerqueira César, São Paulo - SP)

Ingressos online emsescsp.org.br/cinesesc 

Sobre o filme

Direção: Ron Howard

Elenco: Glenn Close, Amy Adams, Freida Pinto

Sinopse: “Ex-fuzileiro naval e estudante de Direito, o jovem J.D. Vance (Gabriel Basso) vê seu sonho de conseguir o emprego ideal ser interrompido por uma crise familiar que o obriga a retornar para a cidade onde nasceu e encarar a complexa dinâmica de sua família apalache e a difícil relação com sua mãe (Amy Adams). Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de suas origens em sua vida.

Duração: 1 hora e 56 min

Trailer classificação: 12 anos

Classificação do filme: 16 anos

 

Sobre CineSesc 

Um dos cinemas de rua mais queridos da cidade, o CineSesc iniciou seu funcionamento em 21 de setembro de 1979, no número 2075 da rua Augusta, na cidade de São Paulo, e se dedica à missão de fomentar a difusão do cinema de qualidade, exibindo obras que muitas vezes ficam fora do circuito comercial nas salas de cinema e plataformas online. Sua programação inclui grandes e pequenas produções do mundo todo. 

Além de integrar o corpo de curadores em mostras especiais, o CineSesc também recebe festivais importantes do calendário cinematográfico paulistano, como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival Mix Brasil e o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, entre outros. O cuidado com a programação tem reconhecimento do público e da crítica, que o elegeu, por diversas vezes, a melhor sala especial de cinema na cidade de São Paulo. 

CineSesc na Quarentena

Fechado de março a outubro de 2020, em função da pandemia de covid-19, o CineSesc reabriu suas portas na Rua Augusta 2075, seguindo todos os protocolos de sanitização e segurança recomendados pela Prefeitura e Governo do Estado de São Paulo. A unidade funciona inicialmente em horário reduzido, a lotação máxima é de 30% da capacidade da sala e a oferta de assentos respeitando a distância entre os espectadores. A higienização do ambiente é realizada cuidadosamente antes de depois das exibições. O acesso à unidade é permitido após aferição de temperatura do público. Totens com álcool gel 70% também estão disponíveis e o uso de máscara é obrigatório para entrada e permanência no local. 

Vale lembrar que a unidade está aberta apenas para a exibição de filmes.

Café, Bar, Central de Atendimento e Bilheteria permanecem fechados. 

SigaoCineSescnasredes:

facebook.com/cinesescsp

twiter.com/cinesescsp

instagram.com/cinesescsp

youtube.com/cinesesc

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Nenhum comentário:

Público poderá conferir PROIBIDO NASCER NO PARAÍSO na Globoplay e Canal GNT

Filme dirigido por Joana Nin traz à tona uma questão polêmica da ilha Estreia na Globoplay em 1º de maio, e no GNT dia 5 de maio,...