Pandora Filmes divulga seus próximos lançamentos nos cinemas brasileiros

 


Depois de enorme sucesso no circuito de Drive-Ins, e na plataforma Belas Artes à La Carte, a Pandora Filmes traz às salas de cinema APOCALYPSE NOW: FINAL CUT, a versão definitiva do longa, montada sob a supervisão de Francis Ford Coppola, com som e imagem totalmente restaurados e que merece ser visto em telões de todo o Brasil. A seleção da distribuidora também inclui o premiado TEL AVIV EM CHAMAS, que tem como protagonista um jovem palestino que se torna autor de uma novela; o colombiano MONOS: ENTRE O CÉU E O INFERNO, exibido no Festival de Berlim, e grande vencedor do Festival de San Sebastian de 2019; ganha sessões especiais o filme dirigido por João Paulo Miranda Maria, CASA DE ANTIGUIDADES; OS MELHORES ANOS DE UMA VIDA, continuação de “Um homem e uma mulher”, novamente, escrita e dirigida por Claude Lelouch; o brasileiro NEW LIFE S. A., exibido no Festival de Brasília; a comédia francesa O BOM MÉDICO, que traz o veterano Michel Blanc como um médico plantonista; e o aguardado A MULHER QUE FUGIU, de Hong Sang-Soo, que rendeu ao diretor sul-coreano o Urso de Prata no Festival de Berlim. 

APOCALYPSE NOW: FINAL CUT estreia em São Paulo em 15 de outubro, e traz 49 minutos de cenas inéditas que ficaram de fora da primeira montagem do longa, e foram resgatadas do negativo original. Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1979, essa grande obra-prima do cinema mundial foi indicado ao Oscar em 8 categorias e venceu 2 delas: Melhor Fotografia (Vittorio Storaro) e Melhor Som. Ganhou ainda três Globos de Ouro, entre eles o de Melhor Diretor. O longa tem como base o romance “O coração das trevas”, do polonês Joseph Conrad, sobre a colonização no Congo Belga, mas Coppola, que assina o roteiro com John Milius, deslocou a ação para a Guerra do Vietnã, trazendo urgência e atualidade para o longa. 

Com estreia apontada para o dia 22 de outubro está o longa TEL AVIV EM CHAMAS. Essa comédia foi exibida no 75º Festival Internacional de Cinema de Veneza, na seção Orizzonti, e rendeu ao protagonista Kais Nashef o troféu de Melhor Ator, além de ter sido o filme escolhido para representar Luxemburgo na corrida para o Oscar 2020. O filme tem como protagonista Salam (Nashif), um jovem palestino ambicioso e sonhador que se torna um escritor de novela de maneira inusitada, após um encontro com um soldado israelense que passa a aconselhá-lo sobre os roteiros do programa. Sua carreira começa a crescer cada vez mais, até que os patrocinadores palestinos da novela exigem que o final da história acabe de maneira inesperada.

Em OS MELHORES ANOS DE UMA VIDA, o veterano cineasta francês Claude Lelouch retoma seus personagens clássicos, o casal Jean-Louis e Anne, interpretados por Jean-Louis Trintignant e Anouk Aimée. No terceiro filme protagonizado pelo casal, que estreia em 05 de novembro, os personagens resgatam sua história de amor que começou quando ela era uma jovem viúva e se envolveu com ele, um piloto de corridas. Agora, na maturidade, reveem sua trajetória e tudo que os trouxe até aqui. O longa é uma sequência do Oscarizado “Um homem, uma mulher”,  e “Um homem, uma mulher: 20 anos depois”. 

Exibido na 42a Mostra internacional de Cinema em São Paulo, MONOS: ENTRE O CÉU E O INFERNO de Alejandro Landes, estreia em 19 de novembro, e foi o filme escolhido pela Colômbia para tentar uma vaga no Oscar, e tem como protagonistas, adolescentes que fazem parte de um grupo rebelde, e ocupam uma ruína abandonada no topo de uma montanha, onde eles treinam e mantêm uma americana (Julianne Nicholson) refém. Depois de um ataque, porém, são obrigados a abandonar o local e encarar uma dura realidade. Um dos destaques do longa é a fotografia assinada por Jasper Wolf, e a trilha sonora de Mica Levi, indicada ao Oscar por “Jackie”.

Tentando uma vaga para representar o Brasil no Oscar 2021, CASA DE ANTIGUIDADES de João Paulo Miranda Maria, terá sessões especiais no Petra Belas Artes a partir de 19 de novembro, durante uma semana. O filme protagonizado por Antonio Pitanga, acompanha Cristovam, um homem simples do interior, que precisa mudar de cidade em busca de melhores condições de vida e trabalho. CASA DE ANTIGUIDADES foi o único latino a receber o selo do Festival de Cannes deste ano, depois teve sua primeira exibição mundial no Festival de Toronto, e esteve no Festival de San Sebastian, na mostra “Novos Diretores”.

Ainda em 2020, chega aos cinemas o filme brasiliense NEW LIFE S. A., dirigido por André Cavalheira, e que foi exibido no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, na Mostra Oficial e na Mostra Brasília. O longa tem como protagonista um jovem arquiteto que planeja com condomínio moderno e utópico, cujo projeto esbarra com a realidade cruel ao seu redor. Assim, o filme discute o dilema entre a ética e a busca desenfreada pelo lucro.

O primeiro filme de 2021, a ser lançado em 07 de janeiro, é O BOM MÉDICO, que tem Michel Blanc como um médico plantonista que, na noite de Natal, atende um chamado de mulher, e na casa dela também conhece um entregador de comida (interpretado pelo comediante Hakim Jemili) que irá lhe ajudar assumindo o seu posto. A direção é de Tristan Séguéla (“16 anos... ou quase”). 

No dia 21 de janeiro é a vez de A MULHER QUE FUGIU chegar ao cinema. O novo filme do premiado sul-coreano Hong Sang-Soo estreou no Festival de Berlim de 2020, e lhe consagrou com o prêmio de direção, o Urso de Prata. A atriz Kim Min-hee, musa do cineasta, interpreta Gamhee, uma mulher que encontra três amigas enquanto seu marido está viajando, mas cada uma delas parece ter uma expectativa diferente em relação à vida impossibilitando uma conexão mais profunda. Hong, que tem sido comparado a Eric Rohmer e Woody Allen, também assina a produção, o roteiro, a montagem e a trilha sonora. 

Nenhum comentário:

TEL AVIV EM CHAMAS, estreia nos cinemas dia 29 de outubro de 2020 com distribuição da Pandora Filmes. Longa exibido na seleção oficial do Fe...