Filme paranaense faz sessão de pré-estreia em Drive-in na cidade


Conquistando os curitibanos como uma alternativa segura e divertida de entretenimento em tempos de pandemia, o Planeta Drive-In Curitiba, implantado na Pedreira Paulo Leminski, já atraiu público de todas as idades com grandes sucessos do cinema mundial e agora se prepara para estrear sua programação de filmes inéditos. Nesta sexta-feira, dia 04 de setembro, às 20h, o espaço multicultural vai sediar o lançamento nacional do filme “Alice Júnior”, um grande fenômeno no exterior e que agora vai estrear no Brasil. 

O público curitibano terá a oportunidade de conferir em primeira mão a produção paranaense que tem tudo para ser um dos grandes destaques do ano no cinema brasileiro. A obra conta a história de Alice, uma adolescente trans cheia de carisma que investe seu tempo fazendo vídeos para o Youtube. Depois de se mudar com o pai de Recife (PE) para a pequena – e fictícia – Araucárias do Sul, no interior do Paraná, uma pequena cidade conservadora onde a escola parece ter parado no tempo, a jovem precisa sobreviver ao ensino médio para conquistar seu maior desejo: dar o primeiro beijo, mas, antes, quer o direito de ser quem é. 

Escrito por Luiz Bertazzo, dirigido por Gil Baroni e protagonizado pela atriz Anne Celestino, o longa-metragem propõe uma quebra de paradigmas e questiona práticas intolerantes da sociedade abordando de forma sensível e reflexiva a jornada de uma adolescente que quer viver suas experiências sem ser rotulada e reprimida. 

A atriz, nativa de Recife, visitou a equipe em Curitiba e após várias conversas não só ganhou o papel de Alice como contribuiu com várias mudanças na escrita do roteiro, pois a equipe entendeu que a história deveria ser contada a partir do seu olhar, da sua militância, suas experiências e que seu lugar de fala deveria ser respeitado.

“O filme traz uma personagem trans para o protagonismo da história. Como contar essa história sendo coerente com a realidade de um país transfóbico, mas ao mesmo tempo como fazer com que essa personagem tivesse força para representar a coragem, a superação e a vitória? Esse foi o maior desafio. Fazer um filme que falasse sobre todas essas questões com verossimilhança. E para isso eu estava sempre ouvindo e antenado com a Anne, que nos ensinava muitas questões sobre o universo trans”, conta o diretor. 

“Alice Júnior” integrou a seleção da Mostra Generation no Festival de Berlim 2020, recebeu os prêmios de Melhor Atriz para Anne Mota no Festival de Brasília (Anne foi a primeira atriz trans a receber o prêmio), Melhor Atriz Coadjuvante para Thaís Schier, Melhor Montagem e Melhor Trilha Sonora.  Recebeu o prêmio de Melhor Filme da Mostra Geração pelo voto popular no Festival do Rio, Melhor Filme pelo voto popular e pelo júri no Festival Mix Brasil. O filme tem circulado com sucesso em festivais internacionais e recebeu o prêmio do júri no Festival Norte-Americano aGLIFF e  recebeu uma menção honrosa no Festival OUTFEST, considerado o maior Festival com temática LGBTQIA+ do mundo. 

Longa é uma co-distribuição entre a Olhar Distribuição e a Moro Filmes, com parceria da SECC - Secretaria do Estado da Cultura do Paraná.  

O filme “Alice Júnior” será exibido nesta sexta-feira, dia 04 de setembro, a partir das 20h, no Planeta Drive-In Curitiba. O empreendimento multicultural funciona na icônica Pedreira Paulo Leminski - Parque das Pedreiras (R. João Gava, 970). Os filmes são exibidos na maior tela de drive-in do Paraná, com 181m² e definição 4K. Os ingressos, comercializados por carro (com até 4 pessoas por veículo), custam a partir de R$ 80 e estão disponíveis no site www.planetadrivein.com. Mais informações nas redes sociais oficiais da Planeta Brasil Entretenimento e do Planeta Drive-In.

Ficha técnica

87 min | 2019 | Cor | PR  | CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos

Direção: Gil Baroni, elenco: Anne Celestino Mota, Emmanuel Rosset, Matheus Moura, Surya Amitrano, Thais Schier, Igor Augustho, Gustavo Piaskoski, Kátia Horn, Cida Rolim,  Marcel Szymanski.

Sinopse: Alice Júnior é uma youtuber trans cercada de liberdades e mimos. Depois de se mudar com o pai para uma pequena cidade onde a escola parece ter parado no tempo, a jovem precisa sobreviver ao ensino médio e ao preconceito para conquistar seu maior desejo: dar o primeiro beijo.

Nenhum comentário:

A VIDA INVISÍVEL no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

  Produzido por Rodrigo Teixeira, da RT Features, A VIDA INVISÍVEL teve sua estreia mundial no Festival de Cannes de 2019, no qual conquist...