Crítica Filme "Máquinas Mortais" - Rita Vaz



Baseado no livro homônimo escrito por Philip Reeve, “Máquinas Mortais” chega aos cinemas sob a direção de Christian Rivers, que é especialista em efeitos visuais e faz sua estreia como diretor.

A produção ficou por conta de Peter Jackson, o que dá maior credibilidade para o filme.

O que você pode ter certeza é que o longa é extremamente bem feito em se tratamento de visual, de figurino, de maquiagem e de efeitos visuais

Aliás, os efeitos visuais são um caso à parte, estão excelentes, são de primeira, e por mais que você procure, não vai encontrar falha alguma.

Na trama, em um mundo que se tornou apocalíptico após uma guerra nuclear que ficou conhecida como a Guerra dos Sessenta Minutos, as pessoas vivem em cidades móveis, que caçam outras menores e se aproveitam de seus recursos para sobreviver.

Londres é uma dessas cidades, a maior delas, e passa por cima de tudo e de todos para continuar sua jornada. Ela é conduzida com rigor e um de seus comandantes é Thaddeus Valentine, que logo você vai perceber, quer muito mais do que simplesmente conduzir a grande cidade.

É quando Londres engole mais uma pequena cidade que o trabalhador Tom Natsworthy é atirado para fora dela juntamente com Hester Shaw, uma rebelde que tem uma longa história com Thaddeus.

Esse será o início de uma parceria que enfrentará grandes descobertas e grandes missões.

Contando com a ajuda de novos aliados, eles terão que enfrentar uma ameaça enorme.

“Máquinas Mortais” tem um elenco não muito conhecido, mas que trabalha junto para que uma grande (no sentido literal da palavra) história seja contada.

Algo se perde ao longo da trama, pois não conseguimos nos conectar com a dupla principal. Talvez se os diálogos fossem mais eloquentes ou a construção dos personagens fosse diferente, a conexão aconteceria.

O diretor Christian Rivers entrega um bom filme, tecnicamente falando, mas deixa a desejar, justamente no quesito empatia, entre a história e o espectador.

Ao longo da trama é impossível não lembrar de outras histórias já vistas no cinema, você vai perceber (e muito) filmes como “Mad Max”, “Star Wars”, “Matrix” e “O Exterminador do Futuro”.

“Máquinas Mortais” não é um filme de todo ruim, ele tem seus bons quesitos, que por exemplo vão agradar quem gosta de histórias de aventura recheadas de imaginação.

Título Original: Mortal Engines
Gênero: Ficção/Aventura
Tempo de Duração: 2 horas e 08 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Christian Rivers
Elenco: Hera Hilmar, Robert Sheehan, Hugo Weaving, Jihae, Ronan Raftery, Patrick Malahide, Stephen Lang, Frankie Adams, Colin Salmon.

Nenhum comentário: