Crítica Filme "Assunto de Família" - Rita Vaz



Procurando o significado da palavra “família”, o conceito que mais encontrei foi “grupo de pessoas vivendo sob o mesmo teto”, conceito esse que casa muito bem com a “família” do filme em questão.
“Assunto de Família” é um filme emocionante, divertido, triste, suave, subversivo e exatamente por tudo isso, profundo.

Chega a ser uma contradição dar todos esses adjetivos ao longa, mas eles cabem perfeitamente bem na nova história do diretor Hirokazu Kore-eda, que acostumado a falar do tema, nos emociona de uma forma inesperada.

Sem perceber acabamos torcendo por pessoas que cometem atos errados. Elas roubam, enganam e ludibriam outras pessoas, mas, mesmo assim gostamos delas.

No início da trama conhecemos Ozamu e Shota, pai e filho que dentro de um mercado, com muita astúcia e ajuda mútua, roubam alguns alimentos.

Na volta para casa, sob um inverno rigoroso, eles encontram uma menina que está trancada pelo lado de fora da casa. Ela está com frio e com fome e eles resolvem leva-la pra casa para aquecê-la e alimentá-la.

Na casa, além deles, moram a avó, a mãe e a tia, que a princípio relutam em receber a menina, mas, logo criam laços e em pouco tempo, ela começa a fazer parte da família.

Shota, como um bom irmão, sempre está com ela, e passa a ensinar pequenos truques de roubo para a pequena.

Apesar dos roubos e do trabalho do pai e da mãe, a família é bastante pobre, mas parece que isso não interfere na felicidade deles, pois sempre estão juntos, nas refeições, nos passeios, nas decisões.

Essa é só uma vertente de tantas outras que há no filme. A família em si, não é uma família comum. 
Aos poucos descobrimos como esses párias da sociedade se juntaram e estabeleceram uma relação de amor entre si.

Apesar de seus modos amorais e de seus atos errados, eles se respeitam, se amam e se preocupam uns com os outros.

Afinal o que é família? Ela é formada por laços de sangue ou por laços de afinidade?

Pode ser pelos dois, mas nem um exclui o outro.

O elenco do filme tem muita química em cena e passa verdade na relação que desenvolve na história e é muito bem conduzido pela mão certeira do diretor.

Com um cenário rico, e diálogos que dizem muito nas entrelinhas “Assunto de Família” é um filme belíssimo, que tem que ser assistido por todas as pessoas que se interessam pelo comportamento humano. Recomendo!

Título Original: Manbiki Kazoku
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 2 horas e 01 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Hirokazu Kore-eda
Elenco: Lily Franky, Sakura Andô, Kirin Kiki, Kengo Kora, Sosuke Ikematsu, Chizuru Ikewaki, Akira Emoto, Mayu Matsuoka.

Nenhum comentário: