Crítica Filme "O Primeiro Homem" - Rita Vaz



“O Primeiro Homem” conta a história recente de um homem que marcou a história da humanidade.
O filme começa e já somos colocados dentro de um avião de teste, que sobe, sobe e vai além da nossa atmosfera.

Dentro dele está Neil Armstrong, o homem que alguns anos depois, vai ser o primeiro a pisar na lua.
Estamos em 1961 em plena Guerra Fria e os Estados Unidos já perdeu algumas corridas espaciais para a então União Soviética e farão de tudo para não perder mais uma.

Armstrong é apresentado na telona como um homem introspectivo, de poucas palavras, bastante típico da época onde o homem trabalhava fora, era o provedor do lar e as mulheres cuidavam da casa e da família.

Além de todo o trabalho como piloto, um drama pessoal acompanha o astronauta durante toda a história que passa entre 1961 e 1969.

Os homens que na época prestavam serviço para a Nasa, corriam risco de vida a cada teste, eram voos experimentais e decolagens que não davam certo e a habilidade e sorte de cada um, desenhou a história como a conhecemos.

O diretor Damien Chazelle fez um filme focado na biografia de Armstrong.
A corrida espacial, o enorme valor gasto nesse projeto e a ansiedade do governo e da população diante de tudo isso, é somente colocado em cena algumas vezes. O que interessa realmente é Armstrong.

Você pode observar que uma boa parte da história é mostrada em closes ups, deixando aí mais uma dica do interesse maior do diretor.

Além dos closes, o filme foi feito com uma imagem toda granulada nos remetendo a imagens da década de 1960.

O design de som também é personagem no filme envolvendo ainda mais o espectador na história, tanto com o alto volume, quanto com o silêncio.
Cada um deles, tem sua importante função na história.

“O Primeiro Homem” é um filme que deve ser visto por todos, tanto pelo cinema em si, quanto pela história. Recomendo!

Título Original: First Man
Gênero: Drama/Biografia
Tempo de Duração: 2 horas e 22 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Damien Chazelle
Elenco: Ryan Gosling, Claire Foy, Jason Clarke, Kyle Chandler, Corey Stoll, Ciaran Hinds, Patrick Fugit, Lukas Haas, Christopher Abbott, Pablo Schreiber.

Nenhum comentário: