Crítica Filme " O Protetor 2".



Denzel Washington mais uma vez interpreta o incrível Robert McCall, o protetor.

Em 2014 foi feito o primeiro filme da franquia que é baseado em uma série de televisão de muito sucesso, que foi exibida pela CBS nos Estados Unidos na década de 1980, durante cinco anos e era chamada “The Equalizer”.

Na nova trama Robert McCall trabalha agora como motorista. Nessa profissão, ele encontrou um meio de ter contato com as pessoas e ajuda-las sem que elas saibam, sempre que estão em dificuldades ou quando sofreram alguma injustiça pontual.

Sua roda de amigos continua pequena e ele tem em Susan Plummer, amiga de longa data, tanto de trabalho quanto pessoal, um de seus poucos contatos.
Em um trabalho de investigação de assassinato, a própria Susan e assassinada.
Ao saber do ocorrido, Robert vai fazer de tudo para encontrar os culpados, inclusive reunir sua antiga equipe de trabalho.
Muitas investigações, muitas lutas, muitas surpresas estarão no caminho dele.
O diretor Antoine Fuqua entrega um filme com uma trama muito bem elaborada e ainda transmite alguns valores incutidos em cada núcleo da história..

O novo longa não é tão catártico quanto ao anterior, onde o espectador vibrava o tempo todo com o protagonista descendo o braço em cima da bandidagem, mas se aprofunda um pouco mais nas histórias pessoais de cada personagem, fazendo com que conheçamos ainda mais as motivações de cada um deles.

Denzel Washington continua perfeito para o papel, tem uma interpretação sólida, verdadeira e liberatória, ele (apesar de um pouco menos) continua batendo em bandido e isso é muito bom de ver na tela.

Com a interpretação impecável de Denzel Washington, com uma bonita fotografia e uma história que prende a atenção do espectador, “O Protetor 2” é o tipo de filme que agrada a todo tipo de plateia. Recomendo.

Título Original: The Equalizer 2
Gênero: Ação/Drama
Tempo de Duração: 2 horas e 01 minutos 
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Antoine Fuqua
Elenco: Denzel Washington, Pedro Pascal, Bill Pullman, Melissa Leo, Jonathan Scarfe, Orson Bean, Ashton Sanders, Caroline Day.

Nenhum comentário: