Crítica Filme "Trama Fantasma" - Rita Vaz (Estreia 22/02)


Contado em forma de depoimento, o longa de Paul Thomas Anderson nos leva para um mundo único, com personagens excêntricos e feitos de muitas camadas.
Década de 1950, o estilista Reynolds Woodcock é o preferido da realeza e elite britânica, e ele é idolatrado de tal forma, que vestir um traje concebido por ele chega a ser o sonho de muitas mulheres.
Woodcock tem um modo muito particular de criar suas peças, ele vive em um mundo que gira ao redor dele, e tudo é feito para propiciar o melhor ambiente para as suas criações, ou melhor, para o seu ato de criar.
Na sua casa de costura ele tem a ajuda de algumas pessoas, que trabalham exatamente do jeito que ele quer, mas o seu braço direito é sua irmã Cyril, que o conhece tão bem quanto ele próprio.
Woodcock tem várias amantes, que, cada uma a seu tempo, se tornam suas musas inspiradoras, mas logo que a paixão acaba, a inspiração também acaba e é Cyril que se livra, sempre, do que incomoda o irmão.
Quando Woodcock conhece Alma tudo muda.
Alma é uma mulher que toma conta do seu destino, inspira paixão e percebe o que acontece ao seu redor, e será ela a quebrar todas as perfeições que rodeiam a vida do estilista.
O diretor Anderson faz um filme de uma beleza estética incrível, com um enquadramento raro e uma fotografia precisa, e fala de uma possível história de amor que entra em um fluxo de autodestruição, mas de um modo fino e polido, que é como os personagens agem durante toda a história, a elegância sempre está em primeiro lugar, mesmo que seja fria.
Os atores Daniel Day-Lewis (Woodcock), Vicky Krieps (Alma) e Lesley Manville (Cyril) estão afiadíssimos, integrados com seus personagens de uma forma madura, e entregam uma história deliciosa de se assistir.
A trilha musical é um show à parte, com belíssimas composições feitas para piano.
Mas, apesar da música clássica, no filme temos muitos momentos de silêncio para podermos absorver a atmosfera “fantasmagórica da trama” que hipnotiza o espectador.
Recomendo muito, para quem gosta do gênero.

Título Original: Phamton Thread
Gênero: Drama
Duração: 2 horas e 11 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Paul Thomas Anderson
Elenco: Daniel Day-Lewis, Vicky Krieps, Lesley Manville, Harriet Sansom Harris, Camilla Rutherford, Brian Gleeson, Julia Davis, Gina McKee, Richard Graham, Jane Perry.


RITA VAZ

Nenhum comentário:

OS MELHORES ANOS DE UMA VIDA, DE CLAUDE LELOUCH, CHEGA AOS CINEMAS NO DIA 24 DE JUNHO

  OS MELHORES ANOS DE UMA VIDA,  dirigido por Claude Lelouch, estreia nos cinemas brasileiros no dia 24 de abril. O filme, que f...