06 maio 2015

Cineclube Sesi divulga programação para o mês de maio



Produções do ciclo “Cinema e Outras Artes” pretende mostrar que o cinema vai além de manipulação de imagens e aspectos técnicos


A ideia de que a arte cinematográfica manifesta sentimentos e reflexões nos espectadores é o norte das sessões de maio do Cineclube Sesi. Em todas as quintas-feiras do mês, sempre às 19h30, o Centro Cultural Sistema Fiep possibilita que o público confira as exibições de “Meu Tio” (no dia 07/5), “Salomé” (14), “A Hipótese do Quadro Roubado” (21) e “Lavoura Arcaica” (28). A entrada é gratuita.

“Na maioria dos filmes, a manipulação criativa das imagens em movimento interage com outras vias expressivas, como as atuações, o roteiro e a fotografia. Quase nunca, porém, um filme é ‘só isso’", explica o curador do Cineclube Sesi, Miguel Haoni.

Em “Meu Tio”, do cineasta francês Jacques Tati, uma família possui conflitos ideológicos por dois irmãos viverem diferentes situações econômicas. A sessão da semana seguinte também deve provocar reações antagônicas: “Salomé” apresenta uma versão radical da história da discípula de Jesus que pediu a cabeça de João Batista em uma bandeja de prata.

Outra adaptação bíblica que integra o Cineclube Sesi é o longa “Lavoura Arcaica”, de Luiz Fernando Carvalho, que faz versão avessa da parábola do filho pródigo, em que o irmão irá buscar o menino que saiu de casa. A programação também apresenta “A Hipótese do Quadro Roubado”, de Raoul Ruiz, mostrando as conexões sobre uma série de pinturas.

As exibições dos filmes acontecem na Sala Multiartes do Centro Cultural Sistema Fiep (Av. Cândido de Abreu, 200, Centro – Curitiba – PR) e são seguidas de debates. A entrada é franca com vagas limitadas por ordem de chegada. Mais informações pelo site www.sesipr.org.br/cultura.

Serviço:
Cineclube Sesi – Ciclo Cinema e Outras Artes
Local: Centro Cultural Sistema Fiep – Sala Multiartes - Av. Cândido de Abreu, 200 - Centro Cívico - Curitiba/PR
Datas e horários: quintas-feiras, às 19h30
Ingresso: gratuito

07/05 – “Meu Tio”, de Jacques Tati (115 minutos). Classificação indicativa: 10 anos.
14/05 – “Salomé”, de Carmelo Bene (75 minutos). Classificação indicativa: 16 anos.
21/05 – “A Hipótese do Quadro Roubado”, de Raoul Ruiz (66 minutos). Classificação indicativa: 12 anos.
28/05 – “Lavoura Arcaica”, de Luiz Fernando Carvalho (171 minutos). Classificação indicativa: 14 anos.




Nenhum comentário:

Sony Pictures disponibiliza “Bloodshot” para compra digital

Por conta do fechamento sem precedentes dos cinemas, a Sony Pictures disponibiliza “Bloodshot” para compra digital. A partir do di...