Crítica Filme "Capitão Phillips!"




Em abril de 2009, o navio cargueiro Maersk Alabama dos Estados Unidos navegava rumo ao porto de Mombassa, no Quênia, para onde levava ajuda humanitária à Somália e Uganda. 

Com uma tripulação composta por vinte homens, a embarcação comandada pelo capitão Richard Phillips foi atacada por piratas somalis.

No início da história o capitão é informado das possibilidades de pirataria pelo mar que navega, mas apesar de seus cuidados logo seus temores se concretizam.

Ele faz todos os procedimentos para inibir o ataque dos piratas, mas eles conseguem encontrar uma brecha e tomam o navio.

Depois de muita conversa o capitão acha que encontrou um ponto de negociação com os piratas, mas é levado como refém em uma embarcação pequena onde a tensão e o medo só aumentam.

Foi essa história real que levou o diretor Paul Greengrass a fazer esse incrível filme. 

A excelência do filme está na tensão muito bem retratada na história, mostrada através de uma câmera que é trabalhada na mão, é inquieta e por isso mesmo retrata tão bem a difícil situação dos personagens.

Outro ponto forte do filme são as atuações. Tom Hanks com seu ar de pessoa comum confere ao capitão uma imagem de um homem normal que passa por uma situação limite.

Já o ator somaliano Barkhad Abdi, que faz o líder dos piratas, portanto outro capitão passa a imagem de um homem sofrido, porém duro, com seus diversos e inquietos olhares.

Os dois se respeitam pela mesma posição que ocupam, apesar dos diversos pontos de pressão que sofrem ao longo da história. 

Ambos querem proteger suas tripulações e obedecer a seus superiores.

Com direito a negociações com a Marinha dos Estados Unidos, o filme mostra uma triste realidade em um mundo globalizado onde a divisão entre ricos e pobres fica cada vez mais chocante. 

Recomendo!

Nenhum comentário: