Crítica Filme "Os Estagiários"




“Os Estagiários” é sobretudo um filme que fala de amizade e companheirismo.

O filme mostra o mundo corporativo da empresa Google em mais uma investida no universo do Vale do silício e da alta tecnologia.

Nessa trama conhecemos Billy e Nick, dois amigos de longa data que investiram muito na amizade, mas esqueceram de investir na modernidade.

Depois de perderem seus empregos como vendedores de relógio, os dois se vêem em uma situação muito difícil.

O país passa por uma série crise financeira, e as vendas em qualquer ramo está em baixa, quer dizer tem um ramo que na pára de crescer, é o mundo virtual, a internet em sua melhor forma.
Eles apostam alto e conseguem a possibilidade de trabalharem na Google, uma empresa jovem, moderna, voltada par o mundo digital.

Acontece que quando os dois chegam na empresa são mal recebidos pelos outros estagiários que os consideram velhos que tem conhecimentos do mundo jurássico.

Apesar da real falta de conhecimento dos dois, eles mostrarão que é possível aprender depois dos “quarenta” e principalmente ensinar para os jovens aquilo que só a experiência de vida nos proporciona.

Além de ser um filme divertido, ele mostra boa parte da estrutura da empresa, matando a curiosidade de milhões de pessoas.

Com piadas pontuais, propagandas da Google, amizades e camaradagens, o filme tem muito a mostrar, principalmente que é possível se modernizar sem perder o encanto pela vida simples.

Nenhum comentário: