Crítica Filme - "O Hobbit"


Há quase uma década, uma das trilogias mais esperadas e lucrativas da história do cinema chegava ao fim, “O Senhor dos Anéis” baseado na obra prima de J.R.R. Tolkien.

O que muitos não sabiam é que antes de escrever “O Senhor dos Anéis” Tolkien havia escrito “O Hobbit”, livro que fazia toda a introdução ao mundo da Terra Média.

Peter Jackson foi o diretor que deu vida aos personagens na telona há quase uma década e volta para contar o que aconteceu muito tempo antes da Sociedade do Anel ser formada. Ele também dividiu a história em três partes e esse é o primeiro de uma nova trilogia.

A nova história nos é apresentada em forma de narração, quando Bilbo Bolseiro decide registrar para o seu sobrinho Frodo, a aventura que ele viveu há sessenta anos.

Ele começa contando como o reino dos valentes Anões, construído dentro de uma montanha e contendo muito de ouro caiu, diante de um dragão que era atraído por minérios.

Nessa época, Bilbo era um jovem hobbit que adorava sua “toca” limpa, organizada e aconchegante.

Sem perceber, ele é convocado por Gandolf a se aventurar em uma empreitada épica.

De repente ele vê dentro de sua “toca” um grupo de treze barulhentos anões liderados por Thorin, que ali se reúnem para retomar o Reino de Erebor, o local que foi confiscado pelo dragão Smaug.

Essa aventura irá levá-los a lugares ermos, passando por terras selvagens repletas de Goblins, Orcs, Wargs mortais, Aranhas Gigantes, Transmorfos e Magos.

Eles devem seguir para a Montanha Solitária, mas antes terão que escapar dos túneis dos Goblins, onde Bilbo encontrará a criatura que vai interferir na vida de todos durante muitas décadas, Gollum.

Com efeitos visuais de última geração, com um público cativo e personagens envolventes, “O Hobbit”, talvez o filme mais esperado do ano, cumpre o que promete, nos presenteia com mais uma possibilidade de reviver o universo de Tolkien. Recomendo!

Título Original: The Hobbit: An Unexpected Journey
Gênero: Aventura
Duração: 2 horas e 50 minutos
Ano de Lançamento: 2012
Direção: Peter Jackson
Elenco: Martin Freeman, Ian McKellen, Bill Nighy, James Nesbitt, Adam Brown, Richard Armitage, Aidan Turner, Rob Kazinsky, Graham McTavish, Elijah Wood, Andy Serkis , Christopher Lee, Ian Holm, Orlando Bloom, John Callen, Stephen Hunter, Peter Hambleton, Cate Blanchett, Hugo Weaving, Andy Serkis, Doug Jones, Saoirse Ronan, Billy Connolly.
Curiosidades: Andy Serkis volta a emprestar seus movimentos a Sméagol, Christopher Lee retorna como Saruman e Ian Holm vive Bilbo mais velho. Elijah Wood retorna como Frodo. Ian McKellen como o mago Gandalf e Cate Blanchett como Galadriel também retornam.

Nenhum comentário:

A VIDA INVISÍVEL no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

  Produzido por Rodrigo Teixeira, da RT Features, A VIDA INVISÍVEL teve sua estreia mundial no Festival de Cannes de 2019, no qual conquist...