Crítica Filme "ParaNorman"


Uma animação feita para adultos e crianças, que diverte e faz todos rir.
Apesar da censura livre, talvez a animação não seja tão indicada para crianças pequenas, pois a história na verdade é uma grande homenagem a filmes de terror, e talvez eles não entendam algumas coisas, fica a seu critério.
Norman Babcock, o paranormal da vez, seria o personagem principal do filme “O Sexto Sentido”, porque ele vê e conversa com pessoas mortas.
Ele é considerado o esquisito da escola e nem sua família acredita no seu dom, mas Norman conversa com sua avó todos os dias na sala de televisão, apesar dela ter morrido há alguns anos e quando caminha pela cidade cumprimenta os mais variados tipos de fantasmas que você possa imaginar.
Mas, tudo muda quando um tio de Norman, também rejeitado pela sociedade, antes de morrer passa para ele uma missão que diz respeito a proteger a cidade onde eles moram.
Se ele não fizer determinada “coisa” em uma hora e lugar específicos, uma maldição lançada por uma bruxa séculos atrás, fará com que os mortos-vivos se levantem das tumbas da cidade e assombrem a todos.
Apesar da história horripilante, as cenas são engraçadíssimas, as piadas muito bem feitas e muito bem colocadas, e a qualidade do filme é excelente. 
“Paranorman” já pode ser considerado uma das melhores animações do ano. Recomendo!

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba